G1 Mundo

China faz apelo por medidas ‘ousadas’ para cortar custos de ter bebês

today11 de fevereiro de 2023 9

Fundo
share close

Uma autoridade de saúde chinesa pediu aos governos locais que tomem medidas “ousadas” para reduzir o custo de ter bebês e criar filhos. A ideia é que isso reduza o fardo sobre as famílias e aumente a fertilidade, informou uma publicação apoiada pelo Estado nesta sexta-feira (10).

A população da China caiu no ano passado pela primeira vez em seis décadas, mostraram dados divulgados no mês passado, uma virada histórica que deve marcar o início de um longo período de declínio.

Além disso, há a perspectiva de uma população envelhecendo rapidamente, o que desacelera a economia à medida que as receitas caem e a dívida do governo aumenta devido à elevação dos custos de saúde e bem-estar.



Xi Jinping, presidente da China, em foto de 21 de dezembro de 2022 — Foto: Sputnik/Yekaterina Shtukina/Pool via Reuters

Yang Wenzhuang, diretor do Departamento de Monitoramento Populacional e Desenvolvimento Familiar da Comissão Nacional de Saúde (NHC), enfatizou a importância do apoio familiar para melhorar a taxa de fertilidade, informou a publicação.

Yang disse que as preocupações com dinheiro e desenvolvimento de carreira entre as mulheres são os principais fatores para as pessoas optarem por não ter filhos, acrescentando que políticas precisas são necessárias para melhorar o nível de fertilidade.

“Os governos locais devem ser encorajados a explorar ativamente e fazer inovações ousadas na redução do custo do parto, assistência infantil e educação” para promover o desenvolvimento equilibrado de longo prazo da população, afirmou Yang.

Os comentários de Yang foram divulgados na última edição da revista do NHC, Population and Health, segundo a publicação.

PIB da China cresceu 3% em 2022 e teve um dos piores resultados dos últimos 50 anos — Foto: Andy Wong/AP

A China esteve durante décadas preocupada com a perspectiva de crescimento populacional descontrolado e impôs uma rígida política de filho único de 1980 a 2015 para manter os números sob controle.

Mas agora a população começou a diminuir e a Índia está prestes a se tornar o país mais populoso do mundo.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tio-rico,-preso-no-recreio-por-mandar-matar-promotor,-queria-virar-o-maior-fornecedor-de-cocaina-do-rio,-diz-policia

G1 Mundo

Tio Rico, preso no Recreio por mandar matar promotor, queria virar o maior fornecedor de cocaína do Rio, diz polícia

Ainda segundo o setor de Inteligência da Polícia Civil, uma vez estabelecido como distribuidor de drogas no RJ, partiria para “estender seu domínio para todo o país”. Marcelo Pecci, promotor paraguaio morto na Colômbia — Foto: GETTY IMAGES/via BBC Pecci estava em lua de mel em Cartagena das Índias, na Colômbia, quando foi assassinado por duas pessoas que se aproximaram em um jet-ski e, mesmo da água, abriram fogo. Pecci […]

today11 de fevereiro de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%