G1 Santos

Chuva deixa 500 desabrigados e causa a queda de 182 árvores no estado de SP, aponta balanço da Defesa Civil

today22 de janeiro de 2024 3

Fundo
share close

A maior parte do estado saiu da lista de locais com alerta para chuvas e ventos fortes nos próximos dias, conforme o Instituto Nacional de Meteorologia. Contudo, nesta segunda-feira (22) o tempo fica instável na cidade de São Paulo (veja abaixo).

Em Sorocaba, um forte temporal começou por volta da 1h30 de sábado. Um casal de idosos foi surpreendido por uma enxurrada quando estava dentro de um carro. O homem conseguiu ser resgatado, mas a mulher dele, Maria Rosa Martins, de 73 anos, ficou presa no veículo e morreu.

Mulher atingida por raio em Praia Grande (SP) — Foto: Reprodução



Segundo testemunhas, Josicleide dos Santos, de 36 anos, tentou impedir que seu carro fosse levado pela enxurrada e acabou presa embaixo dele. Sua mãe, Joana de Melo, de 69 anos, tentou resgatar a filha, mas também não resistiu.

Socorro ficou alagada pelas chuvas do sábado — Foto: Jeferson Salgueiro/Help Fly Drones

Quatro pessoas morrem por causa das chuvas em São Paulo

Quatro pessoas morrem por causa das chuvas em São Paulo

A Defesa Civil afirma que durante a Operação Verão de 2023 foram registradas 15 mortes nesse período. A diminuição no número de vítimas, em 2024, é atribuída à circulação da informação. O órgão ressalta que disparou 22 alertas via SMS com orientações para os moradores de todo o estado.

“Informação salva a vida das pessoas. Então, a gente precisa fazer com que as nossas informações, as nossas orientações cheguem para o maior número possível de pessoas porque a maioria dessas ocorrências acontece pela falta de percepção de risco”, afirma o tenente Maxwel Souza, porta-voz da Defesa Civil do estado de SP.

“A pessoa não percebe que, se ela entrar na água, se entrar com o carro na água, ela vai ser arrastada. Trinta centímetros de água, metade de uma roda, leva um carro embora. A pessoa acaba entrando em desespero e não sabe o que fazer. Aí, ela cai numa galeria, cai num córrego e morre afogada”, ressalta

Chuva provoca estragos e alagamentos em Sorocaba (SP) — Foto: Carla de Campos/TV TEM

Atualmente, a Defesa Civil é abastecida com informações de seis radares instalados no estado. O mais recente é o da região de Ilhabela, que sofreu com as enchentes no ano passado.

Os dados dizem que a chuva forte está deixando o estado, dissipando o alerta. Mas nos próximos dias as atenções devem estar voltadas para as áreas de risco, que estão com o solo encharcado.

“Quem mora em área de risco deve ficar atento porque imagina-se que o solo esteja bem úmido. Os moradores precisam ficar atentos porque choveu muito, o solo está muito encharcado. Não são descartados os deslizamentos de terra”.

“E aí vai algumas orientações para as pessoas que moram nessas áreas: é importante sempre ficar atento aos sinais que as paredes apresentam, como as rachaduras novas, além das janelas que ficam emperrando e as portas. Também precisa olhar as árvores, porque elas começam a tombar”, ressalta o tenente Maxwel Souza.

Para qualquer emergência com alagamentos, acidentes ou desabamentos, as pessoas devem entrar em contato com o Corpo de Bombeiros no telefone 193 ou com a Defesa Civil Estadual pelo número 2193-8888.

“Ligue para a Defesa Civil pelo número 199. A gente manda uma equipe para o local para vistoriar essa área e, se de fato houver um risco, a gente vai entrar com as medidas emergenciais. Se não houver, a gente elimina o risco e devolve as pessoas para as casas delas”, enfatiza Maxwel.

Raio durante chuva em São Paulo — Foto: Renata Bitar/g1

Conforme dados da rede de estações meteorológicas do Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE) da Prefeitura de São Paulo a temperatura média na cidade para esta segunda-feira (22) é de 19ºC. A máxima prevista é de 25ºC. Não há expectativa de chuva para hoje.

A frente fria se afasta do litoral paulista, mas os ventos úmidos do oceano ainda causam nebulosidade e chuviscos, além de amenizar o calor dos últimos dias.

Na terça-feira (23) o tempo volta a ficar instável devido a propagação de áreas de instabilidade pelo Estado de São Paulo, o que deve provocar chuvas na forma de pancadas alternadas com períodos de melhoria no decorrer do dia.

Dessa forma, o céu permanece com muita nebulosidade e as temperaturas não sobem muito. Os termômetros devem variar entre mínimas de 18°C e máximas que não devem superar os 22°C.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

deslizamento-de-terra-soterra-ao-menos-47-pessoas-no-sudoeste-da-china

G1 Mundo

Deslizamento de terra soterra ao menos 47 pessoas no sudoeste da China

Segundo as autoridades, 200 pessoas tiveram que deixar suas casas. Não há relatos de mortes. Deslizamento de terra no sudoeste da China soterra ao menos 47 pessoas — Foto: CCTV via AP Um deslizamento de terra na província montanhosa de Yunnan, no sudoeste da China, soterrou ao menos 47 pessoas, na manhã de segunda-feira (22). Cerca de 200 pessoas tiveram que deixar suas casas, em meio a temperaturas congelantes e […]

today22 de janeiro de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%