G1 Santos

CNJ aplica aposentadoria compulsória a desembargador que humilhou guarda em Santos

today22 de novembro de 2022 10

Fundo
share close

Siqueira aparece em vídeo humilhando o guarda civil depois de o agente ter pedido que ele que colocasse máscara de proteção em uma praia de Santos, no litoral de São Paulo. Nas imagens, Siqueira chama o guarda de “analfabeto”, rasga a multa e joga o papel no chão.

Enquanto o documento é lavrado, o desembargador tenta dar uma “carteirada” ao telefonar para o secretário de Segurança Pública de Santos, Sérgio Del Bel.

Relembre a conduta de Eduardo Siqueira no vídeo abaixo:



CNJ abre processo disciplinar e afasta desembargador que humilhou guarda em Santos, SP

CNJ abre processo disciplinar e afasta desembargador que humilhou guarda em Santos, SP

A relatora, conselheira Jane Granzoto, não concordou o argumento e disse que o magistrado se recusou a usar a máscara de forma injustificada, descumprindo um decreto municipal. “Igualmente houve tentativa de intimidação, tentando se desvencilhar de uma obrigação de todos os cidadãos”, disse.

“À gravidade da conduta, entendo que seja [caso da] aplicação da aposentadoria compulsória, considerando que o TJ de São Paulo já aplicou, a um caso muito semelhante, a disponibilidade”, argumentou.

“Eu, na magistratura há 46 anos, fico imensamente triste quando vejo um juiz, que exerce uma parcela do poder estatal, se comportar de uma maneira absolutamente incompatível com o respeito ao outro e reproduzindo uma cultura que todos nós devemos combater e não pode ser relevada”, afirmou a presidente do CNJ, ministra Rosa Weber.

Atualmente, a aposentadoria compulsória é a pena máxima administrativa imposta a magistrados que infringem a lei, e os juízes seguem recebendo salário.

Em julho deste ano, Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) aplicou a pena de disponibilidade contra o desembargador, que foi afastado das funções com pagamentos de vencimentos proporcionais.

O caso julgado foi relacionado a uma acusação de 2015. Na ocasião, Siqueira discou 190 e pediu ajuda para resolver um problema familiar. Como foi orientado a procurar uma delegacia, elevou o tom e ‘mandou’ a PM resolver a situação.

“É uma ordem, uma requisição de um desembargador que tem patente igual de general do Exército”, falou o desembargador durante o contato, que ainda teve ofensas à policial. Siqueira a chamou de “analfabeta e soldado raso”, além de ter ameaçado seu emprego.

Em outro vídeo, um mês antes do caso de Santos, ele ameaçou um inspetor da guarda municipal em circunstância similar, flagrado sem máscara em área pública.

Desembargador Eduardo Siqueira volta a circular sem máscara na orla de Santos

Desembargador Eduardo Siqueira volta a circular sem máscara na orla de Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

piloto-de-paraglider-sofre-acidente-e-fica-pendurado-em-poste-em-sp;-video

G1 Santos

Piloto de paraglider sofre acidente e fica pendurado em poste em SP; VÍDEO

Um piloto de paraglider sofreu um acidente e ficou pendurado em um poste em São Vicente, no litoral de São Paulo, nesta terça-feira (22). De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma equipe foi até o local, mas o homem já havia descido da estrutura com ajuda de algumas pessoas e não ficou ferido (veja o vídeo acima). O engenheiro mecânico Alexandre Fernandes Marques, de 48 anos, estava com o […]

today22 de novembro de 2022 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%