G1 Santos

Colecionador de Copas do Mundo vai à sexta edição consecutiva no Catar: ‘é fascinante’

today16 de novembro de 2022 19

Fundo
share close

Um empresário de Santos, no litoral de São Paulo, está prestes a embarcar para o Catar, onde vai acompanhar ‘in loco’ a sexta Copa do Mundo consecutiva. Marcus Vinicius Rosa, de 60 anos, disse ao g1 que o evento “é fascinante” porque possibilita conhecer lugares, pessoas envolto de uma energia muito boa.

O voo dele está marcado para 22 de novembro, dois dias após a abertura do mundial. “Vou assistir a primeira fase, ou seja, os três primeiros jogos do Brasil. A expectativa é a melhor possível, é um país pequeno do deserto, mas muito moderno e rico. Será maravilhoso conhecer a cultura, história, visitar cidades com prédios modernos e futuristas”, disse ele, que permanecerá até 4 de dezembro.

Marcus esteve presente nas edições da França (1998), Alemanha (2006), África do Sul (2010), Brasil (2014) e Rússia (2018) e conta como tudo começou. “Em 1998, na Copa da França, eu e dois amigos resolvemos ir e compramos passagens, alugamos carro e fomos. Nesta época não tinha celular e internet. Gostei de participar e comecei a me programar para as outras”.



“A sensação de assistir jogos da Copa do Mundo é a melhor possível. Você conhece a cultura das pessoas do país, conhece outros torcedores, vai em museu, conhece a gastronomia”, finalizou.

O empresário e torcedor do Santos FC contou que os cinco mundiais que já assistiu o marcaram positivamente, mas o da França ele nunca esquecerá. “Já tem o glamour de Paris, a cidade luz, e nessa Copa nós chegamos até a final. Então participei de um período grande”.

“Copa na Europa é muito bom porque você consegue viajar por outros países porque não são tão grandes como o próprio Brasil e a Rússia, então você consegue, entre um jogo do Brasil e outro, viajar, conhecer outros lugares, outrose países até. A Alemanha também é um país interessante, uma culinária bem saborosa e cervejas diversas”, disse.

Empresário santista, Marcus Vinicius Rosa, de 60 anos, durante Copa do Mundo na Rússia em 2018 — Foto: Arquivo Pessoal

Marcus acredita que o evento em Catar surpreenderá tanto pela cultura, por ser no deserto, quanto por ocorrer no final do ano. “Vamos ficar no mesmo lugar a Copa inteira. Os estádios são próximos, então isso ajudou em um certo ponto, mas sabemos que será a Copa mais cara”.

África do Sul, Brasil e Rússia

O empresário afirmou que a Copa do Mundo na África do Sul foi interessante, pois ele e os amigos fizeram um safari. “Mexemos nos animais, como leão e girafa”.

Marcus relembrou que o mundial na Rússia foi maravilhoso, apesar do Brasil não ter chegado onde os torcedores esperavam. Já sobre a competição aqui no país, o empresário definiu como ‘tristeza no final’. “[Mas] Brasil tudo é festa, então foi maravilhosa e todos que vieram para cá gostaram”.

Marcus e amigos durante viagem à Copa do Mundo na África do Mundo em 2010 — Foto: Arquivo Pessoal

Prestes a embarcar para a 6ª Copa do Mundo, ele já tem expectativa para acompanhar que deve ser realizada nos Estados Unidos, México e Canadá.

“São países com facilidade da gente viajar para conhecer. Acho que vai ser uma Copa que os brasileiros vão invadir, no bom sentido, e eu espero estar presente também”.

Santista e veterano da Copa do Mundo vai ver seleção brasileira pela sexta vez

Santista e veterano da Copa do Mundo vai ver seleção brasileira pela sexta vez




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ex-ken-humano-e-demitido-ao-revelar-ser-bissexual-e-enfrenta-dificuldades-financeiras:-‘pedi-ajuda-aos-seguidores’

G1 Santos

Ex-ken humano é demitido ao revelar ser bissexual e enfrenta dificuldades financeiras: ‘pedi ajuda aos seguidores’

O jovem Felipe Máximo Dias de Oliveira, de 18 anos, que ganhou notoriedade por se caracterizar como o boneco Ken, personagem do 'universo' Barbie, e por trabalhar como auxiliar de pedreiro, com o tio e o padrasto, foi dispensado das obras após revelar ser bissexual nas redes sociais. “Começaram um tratamento diferente comigo e, passados alguns dias, me dispensaram”. “Trabalhava com eles, mas, após eu falar abertamente sobre minha orientação […]

today16 de novembro de 2022 31

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%