G1 Mundo

Colômbia inicia processo de paz com facção dissidente do antigo grupo rebelde Farc

today9 de fevereiro de 2024 3

Fundo
share close

Governo do presidente de esquerda Gustavo Petro está buscando a “paz total” para pôr fim a seis décadas de conflito armado interno que já custou mais de 450 mil vidas.


Iván Márquez, ex-número dois da guerrilha dissolvida das Farc, reapareceu em um vídeo anunciando volta à luta armada, em 2019 — Foto: Reprodução/ Youtube



O governo da Colômbia e uma facção dissidente do antigo grupo rebelde Farc, conhecida como Segunda Marquetalia, anunciaram nesta sexta-feira (9) que iniciaram um processo de paz.

Em uma declaração conjunta, os dois lados fizeram planos para a criação de zonas de paz na fronteira, o que poderia ajudar a estimular a economia.

“Os direitos da população em geral e dos povos étnicos em particular são respeitados e garantidos” nessas zonas, afirmaram. Tanto o governo quanto o grupo acrescentaram que o processo deve ser rápido.

O governo do presidente de esquerda Gustavo Petro está buscando a “paz total” para pôr fim a seis décadas de conflito armado interno que já custou mais de 450 mil vidas.

Embora a maioria dos membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) tenha se desmobilizado em um acordo de paz de 2016, duas facções principais o rejeitaram. As forças de segurança dizem que eles continuaram a se envolver com o tráfico de drogas e a mineração ilegal.

A Segunda Marquetalia – que leva o nome de uma cidade na Colômbia – opera principalmente na região da fronteira entre a Colômbia e a Venezuela. O grupo é formado por cerca de 1.670 membros, dos quais 1.060 são combatentes e 610 são de redes de apoio, de acordo com informações obtidas pela Reuters.

O anúncio do novo processo de paz coincide com a extensão de um cessar-fogo entre o governo colombiano e os rebeldes do Exército de Libertação Nacional (ELN) por mais seis meses.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

boeing-descobre-nova-falha-no-modelo-737-max

G1 Mundo

Boeing descobre nova falha no modelo 737 MAX

Modelo popular na aviação comercial, o 737 MAX voltou ao noticiário depois que uma peça da fuselagem de um desses aviões se desprendeu em pleno voo nos Estados Unidos no início de janeiro, causando um rombo na aeronave e forçando a realização de um pouso de emergência. O acidente, que não teve vítimas, levou à suspensão por três semanas do modelo 737 Max 9 pela agência americana reguladora, a Administração […]

today9 de fevereiro de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%