G1 Mundo

Com queda de quase 3 milhões, população da China encolhe pelo segundo ano seguido

today17 de janeiro de 2024 4

Fundo
share close

A população da China caiu pelo segundo ano consecutivo, segundo dados divulgados pelo governo chinês nesta quarta-feira (17). Em 2023, o número de habitantes da China sofreu uma queda de 2,75 milhões.

Atualmente, a China tem 1,4 bilhão de habitantes. Entre as razões para a redução populacional está a queda na taxa de natalidade e a onda de mortes provocadas pela Covid-19.

Em relação à taxa de natalidade, o índice vem caindo há décadas devido a uma política que instituiu que casais poderiam ter apenas um filho, entre 1980 e 2015. Em 2016, a lei passou a permitir até dois filhos e, em 2021, três filhos.



Mesmo assim, o número de nascimento de bebês continua em queda na China. Esse é um reflexo da forte urbanização do país, além da taxa de desemprego entre os jovens e a crise no setor imobiliário.

Por outro lado, no início de 2023, a China passou por um grande aumento de casos de Covid-19, após o relaxamento de medidas rigorosas de quarentena, que duraram três anos. Com isso, o país enfrentou uma onda de mortes provocadas pela doença.

Entre 2022 e 2023, a taxa de óbitos passou de 7,37 para 7,87 para cada 1.000 habitantes. Esse é o maior índice desde 1974, durante a Revolução Cultural Chinesa.

Os novos dados populacionais da China fizeram aumentar as preocupações relacionadas às perspectivas de crescimento da segunda maior economia do mundo.

O país vive um cenário de redução no número de trabalhadores e consumidores, enquanto os custos do governo com cuidados com idosos e aposentadorias aumentam.

De acordo com estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU), a população da China deve sofrer uma redução de até 109 milhões de habitantes até 2050. No ano passado, o país foi ultrapassado pela Índia e deixou de ser o mais populoso do mundo.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ira-ataca-base-de-grupo-militante,-e-paquistao-diz-que-iranianos-violaram-espaco-aereo-e-mataram-duas-criancas

G1 Mundo

Irã ataca base de grupo militante, e Paquistão diz que iranianos violaram espaço aéreo e mataram duas crianças

A Nournews do Irã, afiliada ao principal órgão de segurança do país, disse que as bases atacadas estavam em território do Paquistão. Reunião do aiatolá Ali Khamenei no Irã em 16 de janeiro de 2024 — Foto: AFP O Paquistão disse que o vizinho Irã violou seu espaço aéreo e que duas crianças morreram. O comunicado foi divulgado horas depois que a mídia estatal iraniana revelou que mísseis atingiram duas […]

today17 de janeiro de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%