G1 Mundo

Comando Central dos EUA diz ter matado líder do Estado Islâmico no leste da Síria

today9 de julho de 2023 3

Fundo
share close

Comunicado informa que ataque de drones realizado em 7 de julho matou Usamah al-Muhajir.


Imagem mostra milícias sírias apoiadas pelos EUA procurando membros do Estado Islâmico em Al Hasakah, na Síria, em 28 de janeiro de 2022 — Foto: Baderkhan Ahma/AP



“O Comando Central dos EUA realizou um ataque na Síria que resultou na morte de Usamah al-Muhajir, um líder do ISIS no leste da Síria”, informa o comunicado.

No ano passado, Washington intensificou ataques e operações contra supostos agentes do Estado Islâmico na Síria, matando e prendendo vários de seus líderes que se abrigaram em áreas sob controle rebelde apoiado pela Turquia.

Um militar rebelde da Síria, de um grupo apoiado pela Turquia, acena na cidade Tel Abyad, na fronteira entre os dois países, em 14 de outubro de 2019 — Foto: Khalil Ashawi/Reuters

Os comandantes militares dos EUA dizem que o Estado Islâmico continua sendo uma ameaça significativa na região, embora suas capacidades tenham sido degradadas e sua capacidade de restabelecer sua rede enfraquecida.

O Estado Islâmico controlava um terço do Iraque e da Síria em seu pico em 2014. Embora tenha sido derrotado em ambos os países, seus militantes continuam a realizar ataques insurgentes.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

dissidentes-das-farc-e-governo-colombiano-concordam-em-iniciar-negociacoes-de-paz

G1 Mundo

Dissidentes das Farc e governo colombiano concordam em iniciar negociações de paz

O governo colombiano e a facção dissidente das agora desmobilizadas Farc, que é composta por aproximadamente 3.500 pessoas e conhecida como Estado Maior Central (EMC), discutirão um cessar-fogo temporário. O presidente esquerdista, Gustavo Petro, prometeu acabar com o conflito na Colômbia que já dura 60 anos e deixou, pelo menos, 450.000 mortos. A proposta do presidente colombiano é fechar acordos de paz ou rendição com os rebeldes e gangues criminosas […]

today9 de julho de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%