G1 Mundo

Combinado de sushi mais caro do mundo custa R$ 12 mil e é vendido em restaurante no Japão, revela Guinness

today8 de agosto de 2023 2

Fundo
share close

O combinado de sushi mais caro do mundo custa por volta de R$ 12 mil e é vendido no restaurante Sushi Kirimon, em Osaka, no Japão, revelou o Guinness World Recordes nesta terça-feira (8).

O último recorde do gênero havia sido conquistado em 2010, pelo chef Angelito Araneta Jr.

O atual vencedor, o combinado “Kiwami Omakase”, é composto por 20 peças de sushi e é feito com métodos e ingredientes locais com o objetivo de promover a culinária tradicional do Japão. Na moeda local, o prato sai por 350.000 mil ienes japonês.



O prato do Sushi Kirimon é composto, principalmente, de nigiri, que são fatias finas de peixe cru colocadas sobre uma bola de arroz. Há também alguns pedaços de sashimi (peixe cru sem arroz) e dois pedaços de maki (rolo de sushi fatiado).

A seguir, confira os ingredientes do prato:

  1. Peixe branco tilefish e caviar beluga;
  2. Shinko (moela de filhote de peixe shad);
  3. Atum-rabilho do Pacífico;
  4. Salmão chum;
  5. Lula “bigfin” de recife;
  6. Carne de rabo de baleia-sei;
  7. Murasaki uni (ouriço-do-mar roxo);
  8. Bafun uni (ouriço-do-mar verde);
  9. Abalone cozido no vapor;
  10. Fatia de futomaki (‘rolinho grande’) com caranguejo peludo, enguia de congro, ovas de tainha secas, fígado de tamboril, ouriço-do-mar roxo, pepino, cogumelo matsutake, cogumelo shitake, kanpyo, oboro (pasta de camarão esfarelada) e ovo;
  11. Barriga gorda de atum;
  12. Barriga de atum meio gorda;
  13. Corte da parte das costas do atum;
  14. Barriga de atum marmorizada;
  15. Barriga de atum braseada;
  16. Camarão tigre japonês;
  17. Camarão botão e caviar beluga;
  18. Congro;
  19. Enguia do mar e trufa negra;
  20. Caranguejo peludo e caviar beluga.

Depois de montadas as peças de sushi no prato, adiciona-se uma pitada de folha de ouro como toque final.

Os peixes são provenientes de todo o Japão, como por exemplo:

  • o tilefish é de Oita, localizado na ilha de Kyushu, no extremo sul do Japão;
  • o camarão botão é da ilha mais ao norte de Hokkaido;
  • os peixes shinko são de Shizuoka, localizada na costa sul da principal ilha do Japão, Honshu;
  • os camarões tigre são de Awaji, uma pequena ilha situada entre Honshu e a ilha de Shikoku;
  • e o arroz usado para o nigiri é da prefeitura de Akita, localizada no lado noroeste de Honshu, enquanto o arroz usado nos rolos é uma mistura de arroz Akita e arroz Tsuyahime, da prefeitura de Yamagata.

Alguns dos ingredientes, porém, são de fora do Japão, como os cogumelos matsutake da China, trufas negras da Itália e carne de baleia do Oceano Atlântico Norte.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

refugiado-iraniano-diz-que-balsa-britanica-e-‘mais-uma-prisao-na-sua-vida’

G1 Mundo

Refugiado iraniano diz que balsa britânica é ‘mais uma prisão na sua vida’

Ele contou que fugiu do seu país de origem depois de ser preso pelo governo enquanto se manifestava a favor dos direitos humanos. O iraniano conseguiu escapar do seu país e pediu asilo ao chegar no Reino Unido há vários meses, alegando perseguição política. O governo concedeu a ele, temporariamente, uma estadia em um hotel no sul do país. Pouco tempo depois, ele foi notificado por carta que iria integrar […]

today8 de agosto de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%