G1 Mundo

Comissão técnica da seleção da Espanha se demite após caso Rubiales; treinador brigado com atletas permanece

today27 de agosto de 2023 6

Fundo
share close

Montse Tomé, a primeira auxiliar técnica da comissão, e outros dez integrantes assinaram um documento onde condenaram, “da forma mais firme e enfática”, a conduta mostrada por Rubiales contra Hermoso. No grupo estão outro auxiliar técnico, preparadora física e preparador de goleiros da seleção principal, além de integrantes das comissões técnicas das seleções de base.

O documento publicado pelos 11 atletas diz, ainda, que as mulheres da comissão técnica da Espanha foram forçadas a irem à assembleia convocada por Rubiales nesta sexta, e além disso, a ficarem sentadas na primeira fila para que suas imagens dessem credibilidade ao pronunciamento do dirigente.

Rubiales está há uma semana no centro das atenções na Espanha depois que ele beijou à força a jogadora durante a cerimônia de premiação ocorrida após o título das espanholas na Copa do Mundo feminina, no domingo. Rubiales afirmou que o beijo foi consentido. Hermoso negou qualquer consentimento, reiterando que se sentiu agredida com a ação.



Uma carta assinada por 81 atletas espanholas pediu a saída de Rubiales da presidência da Federação de futebol do país, dizendo que não atenderão às convocações para a seleção feminina enquanto ele estiver ocupando a cadeira principal. A Federação respondeu, dizendo que elas são obrigadas a atenderem às convocações.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

meta-gera-indignacao-no-canada-por-bloquear-noticias-em-meio-a-crise-de-incendios-florestais

G1 Mundo

Meta gera indignação no Canadá por bloquear notícias em meio à crise de incêndios florestais

A situação "é perigosa", disse Kelsey Worth, de 35 anos, uma dos quase 20 mil habitantes de Yellowkife e milhares de outras pequenas cidades que receberam ordens das autoridades para evacuar os Territórios do Noroeste. Worth descreveu à AFP como tem sido "muito difícil" para ela e outros evacuados encontrar informações verificadas sobre os incêndios, que assolam o território semi-ártico e outras partes do Canadá. Em 1º de agosto, a […]

today27 de agosto de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%