G1 Mundo

Comissário da ONU se diz ‘horrorizado’ e pede investigação sobre valas comuns em Gaza; Israel nega

today23 de abril de 2024 7

Fundo
share close

Defesa Civil de Gaza, controlada pelo Hamas, afirma já ter encontrado 310 corpos enterrados no pátio do hospital Nasser, em Khan Yunis. Descoberta semelhante havia ocorrido semanas atrás no hospital Al Shifa.




Palestinos desenterram corpos encontrados em vala comum em Gaza

Palestinos desenterram corpos encontrados em vala comum em Gaza

Ele exigiu, nesta terça-feira (23), uma investigação internacional e denunciou o “clima de impunidade reinante”.

As Forças de Defesa de Israel negaram ter realizado o enterro de corpos de palestinos e disseram, em nota, que houve operações de exumação na Faixa de Gaza somente para identificar possíveis corpos de reféns israelenses.

A Defesa Civil da Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, afirmou que desde sábado foram exumados mais de 300 corpos que haviam sido enterrados pelas forças israelenses em valas comuns no hospital Nasser, em Khan Yunis.

No início de abril, a Organização Mundial da Saúde (OMS) observou que o hospital Al Shifa, o principal hospital do enclave palestino, foi sido reduzido a uma “concha vazia” com muitos corpos.

Palestinos velam corpos desenterrados de vala comum de pátio de hospital em Khan Yunis, na Faixa de Gaza — Foto: AFP

Türk exigiu “investigações independentes, eficazes e transparentes”. “Dado o clima de impunidade reinante, os investigadores internacionais devem participar neste processo”, disse ele.

Segundo Israel, o Hamas usa hospitais para realizar ataques e esconder túneis e armas. O movimento terrorista, que governa Gaza, nega as acusações.

Segundo autoridades de Gaza, 310 corpos já foram encontrados no hospital Nasser, um número que o alto comissário da ONU tenta verificar.

“As vítimas foram enterradas muito profundamente no solo e cobertas por lixo”, disse Ravina Shamdasani, porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados, a jornalistas, acrescentando que foram encontrados corpos de idosos e mulheres.

Outros foram “encontrados com as mãos amarradas e sem roupas”, acrescentou.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

harvard,-yale-e-columbia:-manifestacoes-pro-palestinos-tomam-conta-de-universidades-nos-eua

G1 Mundo

Harvard, Yale e Columbia: manifestações pró-palestinos tomam conta de universidades nos EUA

Em Columbia, na cidade de Nova York, centenas de estudantes mantém um acampamento montado no jardim da universidade, em um conflito que já resultou na demissão de duas reitoras. Na noite desta segunda (22), um protesto foi desmobilizado pela polícia, com dezenas de prisões -- uma semana após mais de 100 estudantes serem detidos em outra manifestação. Protestos semelhantes são realizados em outras instituições, como Harvard e Yale. Nesta última, […]

today23 de abril de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%