G1 Mundo

Conheça a história da australiana acusada de 3 homicídios e 2 tentativas de assassinato por ter servido cogumelos venenosos em um almoço

today4 de novembro de 2023 4

Fundo
share close

Uma mulher de 49 anos foi acusada formalmente na Justiça na Austrália na quinta-feira (2) por ter convidado os pais e uma tia do ex-marido para um almoço e servido cogumelos venenosos. Na sexta-feira (3), a ré, Erin Patterson, foi à corte na cidade de Morwell para ouvir as acusações

A história começou no dia 29 de julho. Naquela ocasião, Erin recebeu cinco pessoas para almoçar na casa dela, na cidade de Leongatha:

  • Simon Patterson, 48, o ex-marido de Erin.
  • Gail e Don Patterson, os pais de Simon.
  • Heather e Ian Wilkison, tios de Simon.



Ela afirma que serviu bife wellington, um prato em que a carne é envolvida com uma massa fina (veja foto abaixo), e cogumelos.

Três pessoas que estavam no almoço morreram: os pais e a tia de Simon. Ian, o marido de Heather, também ficou doente, mas sobreviveu depois de cerca de dois meses internado em um hospital.

Simon Patterson, o ex-marido de Erin, aparece na Justiça como uma vítima de tentativa de assassinato. De acordo com os documentos, Erin já havia tentado matar Simon outras três vezes, em 2021 e 2022.

Em agosto, a polícia havia afirmado que os sintomas das vítimas são consistentes com os de envenenamento por cogumelos.

Meses antes dessas mortes, o governo do estado de Victoria, onde houve as mortes, divulgou um aviso para que as pessoas não pegassem cogumelos selvagens para consumir.

No texto, dizia-se que isso implicaria se colocar em risco de envenenamento, e que um dos cogumelos poderia matar um homem adulto.

Erin começou a ser investigada porque ela e seus dois filhos não tiveram nenhum sintoma depois do almoço.

Ela afirma que nunca teve intenção de envenenar seus convidados

Corte de bife wellington — Foto: flickr.com/photos/72939801@N00/2140307512




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mais-599-estrangeiros-sao-autorizados-a-sair-de-gaza;-brasileiros-ficam-de-fora-da-4a-lista

G1 Mundo

Mais 599 estrangeiros são autorizados a sair de Gaza; brasileiros ficam de fora da 4ª lista

Relação divulgada por autoridade palestina traz nomes de cidadãos dos EUA, Reino Unido, França e Alemanha (50). Expectativa é que brasileiros deixem a região até quarta-feira (8). Palestinos em Rafah cruzam a fronteira com o Egito — Foto: Arafat Barbakh/Reuters Mais 599 estrangeiros foram autorizados a deixar a Faixa de Gaza, neste sábado (4), segundo lista divulgada pela autoridade palestina. Mais uma vez, o grupo de brasileiros que está no […]

today4 de novembro de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%