G1 Santos

Conheça a primeira mulher do Brasil a se tornar professora dos treinadores de crossfit: ‘mudou a minha vida’

today23 de agosto de 2022 48

Fundo
share close

Moradora de Santos, no litoral de São Paulo, Nathalia Lima, de 34 anos, é contratada pela Seminários Crossfit.

Nathalia Lima é a primeira mulher do Brasil a se tornar professora dos treinadores de crossfit — Foto: Matheus Tagé/A Tribuna Jornal



A moradora de Santos, no litoral de São Paulo, Nathalia Lima, de 34 anos, foi reconhecida como professora dos treinadores de crossfit. Ela é a primeira mulher a receber esse título e ser contratada pela Seminários Crossfit, empresa responsável pela modalidade no mundo, para ensinar o programa de treinamento e condicionamento físico no Brasil. Além dela, Fran Pinheiro, do Rio Grande do Sul, também foi admitida no mesmo período.

O crossfit é um treinamento de alta intensidade, que dura cerca de uma hora, e é dividido em três partes: aquecimento, ensino da técnica do exercício do dia e o WOD [Workout of the Day, ou, trabalho do dia]. A modalidade foi criada há 22 anos, nos Estados Unidos, mas chegou há pouco tempo no Brasil, e é alvo de diversas críticas no país.

“Acho que as pessoas ainda desconhecem [a modalidade]. Acham que vão chegar aqui e sair arrastando pneu. Nem tem pneu aqui”, brincou Nathalia.

De acordo com Nathalia, são quatro os níveis de experiência no crossfit. Para ser professora dos treinadores é preciso ter ao menos o nível 3. No entanto, quando decidiu tentar, ainda não tinha nenhuma mulher no Brasil e, como estavam à procura, exigiram o nível 2.

Também é preciso saber falar Inglês, pois, além de ensinar as técnicas, é necessário dar seminários. Nathalia afirmou que precisou investir neste requisito. Foram cinco estágios, um em cada parte do país antes de se tornar apta para ser reconhecida como treinadora.

“Me senti orgulhosa e muito feliz porque é mais fácil você pegar uma vaga na competição mundial do crossfit, do que você entrar para o time de Seminários. Então, eles realmente só colocam pessoas muito qualificadas para estar ali naquele papel”.

Segundo ela, no mês que vem fará a prova para se tornar nível 3 e o objetivo é se tornar flow master [treinador responsável pela condução do Seminário da CrossFit]. “O crossfit representa uma missão de cuidar do próximo”, afirmou.

Nathalia Lima é contratada da empresa responsável pelo crossfit no mundo — Foto: Arquivo Pessoal

Nathalia contou que quando foi escolher a graduação ficou em dúvida entre Biologia Marinha e Educação Física, mas preferiu a segunda opção. De acordo com ela, a relação com esporte sempre foi mais para o skate, surfe e já na faculdade começou a trabalhar com natação. No crossfit começou ao ver pessoas que conhecia praticando a modalidade.

O crossfit mudou a minha vida. Depois que eu fiz o nível 2 e entrei na Seminários, tive que sair da minha zona de conforto e me tornar uma pessoa muito mais resiliente e sempre aberta a aprender”, finalizou.

Nathalia Lima, moradora de Santos, SP, está no nível 2 do crossfit — Foto: Matheus Tagé/A Tribuna Jornal

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

unidades-do-bom-prato-movel-sao-entregues-em-cubatao-e-guaruja,-sp

G1 Santos

Unidades do Bom Prato Móvel são entregues em Cubatão e Guarujá, SP

Previsão é de que cada caminhão ofereça 300 almoços por dia. O projeto é voltado para pessoas em vulnerabilidade social, de acordo com o Governo do Estado. As unidades do Bom Prato Móvel começam a operar nesta quarta-feira (24) em Cubatão e Guarujá — Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo Duas unidades do Bom Prato Móvel começam a funcionar na quarta-feira (24) em Cubatão (SP) e Guarujá, no litoral […]

today23 de agosto de 2022 46

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%