G1 Mundo

Conselho de Segurança da ONU aprova resolução sobre a Faixa de Gaza

today22 de dezembro de 2023 4

Fundo
share close

A resolução, aprovada após intensas negociações por 13 votos a favor, nenhum contra e duas abstenções (Estados Unidos e Rússia) “exige a todas as partes que autorizem e facilitem a entrega imediata, segura e sem obstáculos de assistência humanitária em larga escala” para Gaza.

Também pede “a criação de condições para uma cessação duradoura das hostilidades”, segundo a agência France Presse.

A aprovação do texto tem pouco efeito prático, mas impõe uma pressão política nos dois lados envolvidos no conflito.



“Sabemos que não é um texto perfeito, sabemos que só um cessar-fogo pode pôr fim ao sofrimento”, disse a embaixadora dos Emirados Árabes Unidos, Lana Zaki Nusseibeh, autora do projeto.

Falando à GloboNews, o colunista Marcelo Lins explicou que espera-se que um Estado nacional, soberano e democrático atenda, respeite e siga as determinações votadas pelo Conselho, mas esse nem sempre é o caso.

Isso porque, embora as resoluções do Conselho de Segurança da ONU sejam juridicamente vinculativas, na prática muitos países optam por ignorar os pedidos de ação do grupo.

Desde o início dos conflitos, em 7 de outubro, os Estados Unidos vetaram resoluções contrárias a Israel duas vezes.

Veto dos EUA de texto do Brasil na ONU — Foto: Mike Segar/Reuters

O grupo é composto por cinco países com assentos permanentes — EUA, Reino Unido, China, Rússia e França — que, nas votações, possuem o poder de vetar resoluções. Além deles, ainda há 10 outros países com assentos rotativos.

As soluções votadas no Conselho precisam de 9 votos favoráveis para serem aprovadas.

No entanto, os países com assentos permanentes podem vetar a proposta aprovada, mesmo que sejam os únicos a negá-la.

Esses membros também podem se abster de votar — ou seja, na prática, deixando a resolução ser aprovada.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-divulga-video-de-operacao-contra-assassino-que-matou-13-em-praga

G1 Mundo

Polícia divulga vídeo de operação contra assassino que matou 13 em Praga

O vídeo, feito a partir de imagens de câmeras corporais de policiais, mostra uma multidão deixando um prédio da Universidade de Charles, em frente à Jan Palache Square, na cidade velha de Praga. Além das vítimas fatais, 25 pessoas ficaram feridas, das quais 10 em estado grave. A polícia chegou a divulgar que eram 14 vítimas, mais o assassino, mas o número foi corrigido nesta sexta. Na gravação, é possível […]

today22 de dezembro de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%