G1 Mundo

Coreia do Norte dispara 60 projéteis perto da ilha sul-coreana de Yeonpyeong

today6 de janeiro de 2024 7

Fundo
share close

“As Forças Armadas norte-coreanas dispararam mais de 60 projéteis da área noroeste da ilha de Yeonpyeong hoje [sexta-feira, 5 de janeiro], entre 16h e 17h [4h e 5h deste sábado, 6 de janeiro, no horário de Brasília]”, disse o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul em um comunicado, alertando à Coreia do Norte que ponha fim às suas ações.

As autoridades ordenaram a evacuação dos civis como “medida preventiva”, e as balsas foram suspensas devido à escalada militar, uma das mais graves registradas na península coreana desde 2010, quando o Norte bombardeou Yeonpyeong.

Tanto nesta sexta-feira como neste sábado, projéteis norte-coreanos aterrissaram em uma zona tampão marítima criada sob um acordo de 2018 para diminuir as tensões, que se rompeu em novembro depois que a Coreia do Norte lançou um satélite espião.



O Exército sul-coreano declarou neste sábado que “os repetidos disparos de artilharia […] representam uma ameaça à paz na península coreana e uma escalada de tensões”.

A força militar lançou “uma advertência firme” e instou Pyongyang a cessar as suas ações.

“A Coreia do Norte, após a sua declaração de anulação do ‘Acordo Militar de 19 de setembro’, continua ameaçando os nossos cidadãos com fogo de artilharia contínuo dentro da zona onde os atos hostis são proibidos”, afirmou o Estado-Maior Conjunto. “Em resposta, o nosso Exército tomará medidas adequadas para preservar a nossa nação.”

Yeonpyeong, que tem cerca de 2 mil habitantes e está localizada no mar Amarelo, cerca de 115 km a oeste de Seul e 12 km ao sul da costa da província de Hwanghae, na Coreia do Norte.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

alaska-airlines-retira-avioes-de-operacao-apos-parte-se-soltar-no-ar

G1 Mundo

Alaska Airlines retira aviões de operação após parte se soltar no ar

O Boeing 737 Max 9 da Alaska Airlines retornou a Portland 35 minutos após decolar para a Califórnia, quando uma seção externa, incluindo uma janela, se soltou. A companhia área informou que 177 passageiros e tripulantes estavam a bordo e que o avião "pousou em segurança". A empresa anunciou que vai "temporariamente" retirar todos os seus 65 aviões 737 Max 9 de operação para realizar inspeções. A Boeing afirmou que […]

today6 de janeiro de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%