G1 Santos

Coronel da PM acusado de ameaçar estuprar e assediar soldado é condenado um ano e cinco meses de prisão: ‘aliviada’

today9 de outubro de 2022 15

Fundo
share close

O tenente-coronel Cássio Novaes, acusado de assédio sexual e ameaças de morte e estupro contra a ex-soldado Jéssica Paulo do Nascimento, de 30 anos, foi condenado a um ano e cinco meses de prisão pela Justiça Militar de São Paulo. A sentença ainda cabe recurso da defesa junto à segunda e última instância do Tribunal de Justiça.

O tenente-coronel se tornou réu pelos crimes de assédio sexual e ameaça, ambos praticados diversas vezes. A sentença saiu na última sexta-feira (7), foi obtida pelo g1 neste domingo (9) e deve ser publicada nesta semana.

Em entrevista ao g1 neste domingo, Jessica comemorou a sentença e disse que, aos poucos, a Justiça está sendo feita. “Estou aliviada com esse resultado. Muitas pessoas diziam que não adiantava denunciar. Ele mesmo [ex- tenente-coronel] me ameaçava dizendo isso, que já tinha sido juiz militar, que tinha amigos desembargadores, na intenção de me fazer desistir da denúncia”, conta ela.

Mesmo diante das ameaças, a ex-soldado disse que nunca desistiu. “Eu ainda acredito na Justiça e tivemos esse resultado super positivo que foi a condenação”, disse ela.

Segundo Jessica, mesmo diante da sentença, ela ainda se preocupa com a segurança da família. “Eu não subestimo ninguém, me preocupo sim com a minha segurança e da minha família, mas não aceito ameaças. Se acontecer, irei atrás dos meus direitos”, finaliza ela.



Soldado da PM fala sobre decisão de fazer denúncia pública contra tenente-coronel

Soldado da PM fala sobre decisão de fazer denúncia pública contra tenente-coronel

Na época da denúncia, ela estava lotada no 45° Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), em Praia Grande, no litoral de São Paulo, mas a denúncia se referia à época que ela atuava na capital.

As investidas pessoais do coronel à soldado Jéssica Paulo do Nascimento, segundo ela, começaram em 2018. Ele havia acabado de assumir o comando do Batalhão da Zona Sul de São Paulo, quando passou pelas companhias para se apresentar aos policiais militares e a conheceu, chamando-a para sair assim que conseguiu ficar a sós com ela.

A soldado relatou episódios de investidas sexuais, principalmente por mensagens, ameaças por áudio, humilhação em frente aos seus colegas e até mesmo sabotagem quando se recusou a ceder aos pedidos de seu superior (veja o vídeo acima).

A ex-soldado decidiu formalizar uma denúncia na Corregedoria da PM no início de abril, quando percebeu que estava sendo enganada pelo tenente-coronel. Ele havia prometido que a levaria ao Departamento Pessoal para pedir pela transferência dela quando, na verdade, o DP estava fechado e ele planejava levá-la a um hotel.

Em março, comandante conseguiu o telefone da soldado e passou a enviar mensagens de cunho sexual — Foto: G1 Santos

A soldado Jéssica decidiu deixar a carreira na Polícia Militar e foi exonerada em maio de 2021. Na época, ela afirmou que tomou a decisão após sofrer pressão dentro da corporação devido à repercussão do caso.

O g1 tentou contato com o tenente-coronel Cássio Novaes, denunciado pelos crimes, mas não obteve retorno. O oficial foi afastado do comando do batalhão onde atuava e a investigação é conduzida pela Corregedoria da PM, sob segredo de Justiça.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guarda-municipal-de-cubatao-comeca-a-usar-pistolas-de-choque-eletrico

G1 Santos

Guarda Municipal de Cubatão começa a usar pistolas de choque elétrico

Segundo a Prefeitura de Cubatão, as pistolas não letais visam o aumento da segurança no município. Guarda Municipal de Cubatão — Foto: Thiego-Barbosa A Guarda Civil Municipal de Cubatão (SP) começou a utilizar pistolas de choque elétrico. Segundo a Prefeitura de Cubatão, a adoção do equipamento, não letal, visa aumentar a segurança na cidade e contribuir para eventuais imobilizações. O anúncio foi feito pelo prefeito Ademário Oliveira e o secretário […]

today9 de outubro de 2022 39

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%