G1 Mundo

Corpo de alpinista que estava desaparecido é encontrado após 37 anos na Suíça

today28 de julho de 2023 7

share close

Homem tinha 38 anos quando desapareceu. Recuo de geleiras por causa das mudanças climáticas permitiu que corpo fosse encontrado.


Imagem das montanhas que fazem parte dos Alpes suíços — Foto: Divulgação/MeteoSwiss



Os restos mortais de um alpinista alemão, desaparecido desde 1986, foram encontrados em um glaciar dos Alpes suíços, informou a polícia do cantão de Valais nesta quinta-feira (27).

Por causa das mudanças climáticas, o recuo dos glaciares está trazendo à tona corpos de montanhistas desaparecidos há décadas.

Em 12 de julho, alpinistas encontraram restos humanos e várias peças de equipamento no glaciar de Teódulo, no sul da Suíça.

Esses restos foram levados por serviço de medicina forense do Hospital de Valais em Sion, para que fossem analisados. “Um teste de DNA permitiu estabelecer que era o alpinista desaparecido desde setembro de 1986”, indicou a polícia.

O montanhista alemão tinha 38 anos naquela época.

Após o sumiço foram realizados trabalhos de busca, mas sem resultado.

VÍDEOS: mais assistidos do g1

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

Trump recebe novas acusações no caso dos documentos secretos encontrados em sua casa na Flórida

Nesta quinta-feira (27), promotores dos Estados Unidos anunciaram novas acusações contra Donald Trump no processo sobre os documentos confidenciais encontrados na residência do ex-presidente na Flórida. Segundo os oficiais, o norte-americano e um de seus funcionários tentaram impedir que as imagens das câmeras de segurança da casa fossem vistas pelos investigadores. O funcionário de Trump, Carlos De Oliveira, também foi acusado. Um porta-voz do ex-presidente descartou as novas acusações como “nada mais do que uma tentativa desesperada e contínua” do […]

today28 de julho de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%