G1 Mundo

Corte Penal Internacional deve abrir processos contra a Rússia por crimes de guerra, diz ‘New York Times’

today13 de março de 2023 12

Fundo
share close

Os processos, caso confirmados, serão o primeiro caso judicial internacional contra a Rúsisa desde o início da guerra, que completou um ano em 24 de fevereiro. Mas, segundo a própria reportagem, é pouco provável que o caso siga para um julgamento que de fato leve responsáveis à prisão.

No entanto, diplomatas ouvidos pela reportagem do jornal norte-americano afirmam ser possível que o presidente russo, Vladimir Putin, seja formalmente acusado, já que o Tribunal de Haia não reconhece a imunidade de chefes de Estdo.

Em reportagem citando fontes da Justiça a da Promotoria próximos ao caso, o jornal diz que o Tribunal de Haia pretende iniciar dois processos relacionados à guerra da Ucrânia e pode emitir mandados de prisão a “diversas pessoas”, sem citar quais.



Os processos, ainda de acordo com o “The New York Times”, serão os seguintes:

  • A acusação de que a Rússia sequestrou crianças e adolescentes ucranianos e os enviou a centros de “reeducação” em território russo – esta é uma denúncia que tem crescido ao longo dos últimos anos, feita por organizações que atuam na Ucrânia e pelo governo ucraniano. O próprio Kremlin já admitiu o envio dos jovens ucranianos à Rússia, mas alega tratar-se de órfãos.
  • A acusação de que as tropas de Moscou alvejaram deliberadamente infraestrutura civil na Ucrânia – nos últimos meses, diante do avanço das tropas ucranianas apoiadas por armas e tecnologia do Ocidente, a tática russa tem sido enviar mísseis diretamente a estações de distruibuição de energia e água em cidades estratégicas. A capital, Kiev, tem ficado às escuras constantemente por conta desses ataques. Moscou não se pronuncia sobre essa acusação.

O jornal afirma que o promotor-chefe do caso, Karim Khan, deve apresentar as acusações a um painel de juízes da Corte de Haia, que decidirão se o caso será levado adiante ou se são necessárias mais provas.

À reportagem do “The New York Times”, o Ministério Público afirmou que não vai comentar publicamente o caso.

1 ano de guerra na Ucrânia: entenda as 4 fases do conflito

1 ano de guerra na Ucrânia: entenda as 4 fases do conflito

Kiev, por outro lado, tem se apoiado no envio de armas e equipamentos militares por países do Ocidente, com os tanques alemães Leopard 2, para conseguir expulsar as tropas russas, que controlam atualmente cerca de 20% do território ucraniano, no leste do país.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

modelo-autoritario-da-china-encurtou-caminho-para-acordo-entre-arabia-saudita-e-ira

G1 Mundo

Modelo autoritário da China encurtou caminho para acordo entre Arábia Saudita e Irã

Os regimes da Arábia Saudita e Irã disputam a liderança regional e estão vinculados à maioria dos conflitos que se desenrolam nos países ao seu redor. O acordo assinado na sexta-feira (10) em Pequim vinha sendo cozinhado em fogo lento há dois anos, com cinco tentativas de negociações fracassadas no Iraque e em Omã. Ponto para a China, que se aproveitou do vazio diplomático deixado pelos EUA no Oriente Médio […]

today13 de março de 2023 18

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%