G1 Mundo

Crianças são achadas vivas na selva 40 dias após queda de avião na Colômbia

today10 de junho de 2023 132

Fundo
share close

A informação foi confirmada pelas Forças Armadas da Colômbia e pelo presidente Gustavo Petro. “É um grande presente para a Colômbia, um presente para a vida, nossos meninos cuidados pela selva”, disse Petro em uma entrevista momentos após anunciar o resgate em um post numa rede social.

Militares e indígenas participavam da operação de buscas na selva, chamada de “Esperança”.

  • Lesly Mucutuy, de 13 anos;
  • Soleiny Mucutuy, de 9 anos;
  • Tien Mucutuy, de 4 anos e
  • Cristin Mucutuy, de 1 ano.

As autoridades não deram detalhes sobre o estado de saúde dos quatro irmãos resgatados, que estão sob cuidados médicos.



Segundo a imprensa colombiana, as crianças estão desidratadas, com picadas de insetos e levemente feridas, especialmente nos pés, porque percorreram longas distâncias descalças.

Crianças que sofreram acidente aéreo na Colômbia são encontradas com vida após 40 dias — Foto: Forças Militares da Colômbia/Divulgação

O presidente colombiano disse que o “aprendizado” de viver na selva ajudou as crianças indígenas. “Eles se defenderam sozinhos, foi o aprendizado de viver na selva que as salvou”, afirmou. “São exemplo de sobrevivência total que ficará para a história. Essas crianças são hoje os filhos da paz”.

O ministro da Defesa, Iván Velázquez, disse que os irmãos podem ser levados a um hospital militar em Bogotá caso os médicos permitam.

Crianças colombianas sobreviventes de acidente aéreo são encontradas após 40 dias perdidas na floresta

Crianças colombianas sobreviventes de acidente aéreo são encontradas após 40 dias perdidas na floresta

No dia 17 de maio, Gustavo Petro chegou a anunciar o resgate das quatro crianças, mas depois negou e se retratou. As Forças Armadas seguiam com as buscas em mata fechada.

O cachorro Wilson, um pastor belga de 6 anos que participava das buscas e ajudou a localizar o avião e os corpos dos três adultos que morreram, continua desaparecido.

O Exército colombiano informou que pegadas do animal foram encontradas junto com marcas que poderiam ser das crianças. Mas, no momento do resgate, o cachorro não estava com elas.

O presidente Petro disse neste sábado que não há novas informações a respeito de Wilson, e o mistério sobre seu paradeiro virou assunto nas redes sociais.

O cachorro Wilson, em imagem divulgada pelo Exército colombiano — Foto: Reprodução/Exército da Colômbia

O acidente aconteceu no dia 1º de maio. O voo faria o trajeto entre Caquetá e San José del Guaviare, uma das principais cidades da Amazônia colombiana. Pouco depois da decolagem, o piloto informou haver falhas na aeronave, que desapareceu dos radares logo depois. No início das buscas, os corpos dos três adultos foram encontrados.

Desde então, as quatro crianças estavam desaparecidas. No último domingo (4), o Fantástico mostrou detalhes da operação de resgate em plena Amazônia colombiana. O general que comanda as buscas disse que havia a possibilidade de as crianças terem sido sequestradas por guerrilheiros.

Equipes encontraram as primeiras pistas de que as crianças tinham saído pela mata, se afastando do local do acidente. Entre os objetos estavam: fraldas, a tampa de uma mamadeira, tesoura, mamadeira, um maracujá mordido e, a cinco quilômetros da cena do acidente, pegadas de criança.

Queda de avião aconteceu na Amazônia colombiana no dia 1º de maio — Foto: Forças Militares da Colômbia/via Reuters




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

barragem-na-ucrania-foi-destruida-por-explosivos-instalados-dentro-de-turbinas,-diz-chefe-da-diplomacia-da-ue

G1 Mundo

Barragem na Ucrânia foi destruída por explosivos instalados dentro de turbinas, diz chefe da diplomacia da UE

Segundo Josep Borrell, ataque foi planejado, em área controlada pela Rússia. Ucrânia diz ter interceptado telefonema em que Rússia confessa autoria da explosão de barragem, que inundou uma área de 600 km² e deixou cinco mortos. Ruas alagadas em Nova Kakhovka, no sul da Ucrânia, por rompimento de barragem após explosão, em 8 de junho de 2023. — Foto: Yan Dobronosov/ Reuters Por conta do rompimento, uma área de cerca […]

today10 de junho de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%