G1 Santos

Criminosos invadem rede social de jornalista, oferecem investimento em criptomoedas e fazem vítima

today17 de fevereiro de 2023 18

Fundo
share close

Uma mulher de 43 anos teve a conta do Instagram invadida por criminosos, que publicaram diversos anúncios oferecendo investimentos financeiros aos seguidores dela. A jornalista Aline Rollo contou ao g1, nesta sexta-feira (17), que se sente culpada por uma seguidora ter caído no golpe e ‘entregado’ R$ 3 mil aos bandidos. Ela destacou que o perfil permanece ativo, apesar de já ter pedido o bloqueio.

“Me sinto meio que responsável pelo que aconteceu. Não consigo recuperar a conta e gostaria que tudo isso fosse resolvido. Essa moça precisa conseguir recuperar o dinheiro dela”.

A moradora de São Vicente, no litoral de São Paulo, contou que percebeu a situação no último dia 10 de fevereiro, quando os criminosos começaram a enviar directs aos seguidores oferecendo um investimento ligado a criptomoedas.



“Algumas pessoas perceberam que as mensagens não eram verdadeiras e me avisaram. Porém, nem todos os seguidores são próximos a mim. Tudo é muito bem organizado e pensado”, contou.

Aline explicou que uma seguidora acreditou nos anúncios e caiu no golpe. “Ela se interessou pelo investimento e conversou com um criminoso por mensagem. Eles inicialmente diziam que os valores [investidos] seriam triplicados”.

Depois de concordar com com as condições dos criminosos, que até então se passavam por Aline, a seguidora recebeu um link e foi informada que falaria com uma outra pessoa, que concluiria o investimento falso. “Infelizmente ela acreditou em tudo, porque pra ela, tudo foi ‘indicado’ por mim. Ela perdeu de imediato cerca de R$ 3 mil”.

Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado no DP Sede de Praia Grande e, segundo a jornalista, ela entregou as mensagens para as autoridades. “Foi aberto um inquérito para investigação e mil denúncias foram enviadas ao Instagram, que até agora não derrubou a página”, criticou.

O g1 entrou em contato com o Instagram e com a Polícia Civil, mas não obteve a resposta.

Celular, redes sociais, golpe — Foto: Vitor Santana/g1 Goiás

O que fazer para evitar golpes

Ao g1, o perito-assistente em provas digitais no processo penal, Lorenzo Parodi, que também é presidente da Associação Nacional de Combate a Fraudes (Ancaf). Para ele, manter o perfil privado nas redes sociais é uma das maneiras para evitar problemas do tipo.

“Só os contatos aceitos podem ver o seu material, fotos e informações. Os que não estão entre eles precisam, primeiro, pedir a sua aprovação. Se deixar o perfil público, todos podem ter acesso às suas informações”, explicou Parodi, sobre o que ele considera a principal medida preventiva.

Caso o problema já tenha acontecido, a indicação do profissional é “denunciar o perfil imediatamente [fake]”, assim é ativado um processo de bloqueio e exclusão feito pela própria rede. Além disso, ele indicou o registro de um Boletim de Ocorrência, principalmente, se a conta é utilizada para a aplicação de golpes.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

segunda-universidade-ja-ultrapassa-70-horas-de-oracoes

Gospel Prime

Segunda universidade já ultrapassa 70 horas de orações

Como o avivamento na universidade de Asbury que se estende até seu nono dia, um pastor do Tennessee disse que o Espírito Santo também tem se movido em grande escala em outro campus universitário. Nesse sentido, Rob Fultz, o pastor do campus da Universidade de Lee em Cleveland, Tennessee, conta que o avivamento começou na segunda-feira de manhã em sua escola, quando um grupo de alunos iniciou uma oração que […]

today17 de fevereiro de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%