G1 Mundo

‘Czar da fronteira’ acelerará a construção do muro entre os EUA e o México

today31 de janeiro de 2023 17

Fundo
share close

O governador do Texas, Greg Abbott, nomeou um “czar da fronteira” nesta segunda-feira (30) para acelerar a construção do muro na fronteira sul dos Estados Unidos com o México, uma resposta à “recusa” do governo Biden em conter a imigração.

“É um trabalho de tempo integral, que exige um líder cujo único foco seja responder às políticas de fronteira aberta do presidente Joe Biden“, disse Abbott antes de supervisionar a instalação de uma parte do muro na cidade de San Benito, no extremo sul do país.

O novo “czar”, Mike Banks, é um guarda fronteiriço reformado, condecorado e com mais de três décadas de experiência na fronteira com o México. Parte da sua missão será “acelerar a construção do muro fronteiriço no Texas”, acrescentou Abbott.



“Um muro na fronteira (…) é apenas uma maneira pela qual o Texas está respondendo à recusa do presidente Biden em fazer cumprir as leis de imigração”, afirmou o governador conservador.

Abbott é um dos promotores das severas medidas de controle de fronteiras colocadas em prática durante o governo de Donald Trump, e um ferrenho crítico de Biden, a quem culpa pela crescente onda de imigração ilegal no país.

O “czar” trabalhará com o Departamento Militar e o Departamento de Segurança Pública do Texas, como parte da “Operação Estrela Solitária” lançada em 2021 para “deter e repelir os imigrantes que cruzam ilegalmente o México para o Texas”, explicou o governo do estado em um comunicado.

Abbott disse que os procedimentos para adquirir os direitos de alguns dos terrenos onde a construção se estenderá foram acelerados, “para que possamos construir mais muro no futuro”, acrescentou. A construção do muro custa US$ 25 milhões por milha (1,6 km).

A fronteira EUA-México se estende por cerca de 1.900 milhas (3.100 km), mais da metade no Texas.

Nesta segunda-feira, o secretário de Segurança Nacional, Alejandro Mayorkas, defendeu um programa do governo para permitir a entrada mensal de 30 mil imigrantes de Cuba, Haiti, Nicarágua e Venezuela que possuem um patrocinador nos Estados Unidos e chegam por via aérea.

Mas vários estados republicanos, incluindo o Texas, processaram o governo Biden por causa dessa medida, que consideram ilegal e, segundo Abbott, “atrairá ainda mais pessoas para cruzar a fronteira ilegalmente”.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

apos-quase-tres-anos,-eua-vao-encerrar-declaracoes-de-emergencia-da-covid-em-11-de-maio

G1 Mundo

Após quase três anos, EUA vão encerrar declarações de emergência da Covid em 11 de maio

A emergência nacional da Covid-19 e a emergência de saúde pública foram implementadas em 2020 pelo governo do então presidente Donald Trump. Biden tem prorrogado repetidamente as medidas, previstas para expirar nos próximos meses. OMS fala em “período de transição” da pandemia, mas mantém alerta de emergência global para Covid O governo do presidente norte-americano, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (30) que encerrará as declarações de emergência da Covid-19 em […]

today31 de janeiro de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%