G1 Santos

Da teoria à prática: cidades inteligentes em pauta no Construinova

today3 de novembro de 2023 1

Fundo
share close

Questionado sobre ações para ampliar a adoção do conceito de cidades inteligentes, Paulo, que é ex-prefeito e vereador de Mongaguá, destacou a importância dos planos diretores. “Quando falamos de cidades inteligentes, percebemos uma tendência no setor público de focar no plano diretor. A maioria desses planos em grandes cidades está engavetada. Hoje, precisamos de um plano estratégico, criativo e sustentável”, comentou.

Wiazowski enfatizou que o conceito de cidades inteligentes deve ser central em qualquer gestão pública atual ou futura. Segundo ele, a concretização dessa ideia proporcionará resultados e eficiência notáveis.

Paulo Wiazowski e Lenitta Brandão durante o painel — Foto: Reprodução/Lead MKT



A Conselheira Regional do CREA-SP, Lenitta Brandão, complementou a fala de Paulo, afirmando que há um equívoco em pensar que o debate sobre cidades inteligentes se restringe apenas à tecnologia. “Cidades inteligentes não precisam ser estritamente tecnológicas; a mudança começa na mentalidade das pessoas”, salientou.

Fernanda Meneghello ressaltou que todas essas propostas, antes de serem implementadas, necessitam de um planejamento robusto. “Todo plano atrelado a uma estratégia tem mais chances de ser bem-sucedido”, destacou.

Fernanda Meneghello fala durante o painel — Foto: Reprodução/Lead MKT

Ela ainda enfatizou que as cidades contemporâneas não podem mais funcionar sem a incorporação de tecnologia e de um monitoramento social por parte do poder público. Segundo Fernanda, ao transformarmos os objetivos urbanos em metas monitoradas e discutidas obrigatoriamente, a sociedade se beneficiará imensamente.

Alessandro Lopes fala sobre Arquitetura Sustentável

Complementando o painel, Alessandro Lopes palestrou sobre ‘Arquitetura Sustentável: A Construção do Futuro’. Durante a conversa, o arquiteto explicou que o setor desempenha um papel fundamental na construção de cidades inteligentes, promovendo a integração de soluções que priorizam o equilíbrio entre desenvolvimento e preservação ambiental.

Alessandro Lopes explica pontos relacionados a arquitetura sustentável — Foto: Divulgação/Matheus Santana

“A arquitetura sustentável favorece a criação de ambientes saudáveis e inclusivos, melhorando a qualidade de vida dos cidadãos. Ela também reduz o consumo de recursos naturais e minimiza a emissão de gases de efeito estufa”, explicou Alessandro.

Ao longo da conversa, o arquiteto ainda ressaltou a necessidade de as empresas se precaverem contra o greenwashing, que consiste na divulgação falsa de práticas sustentáveis. Nesse contexto, empresas afirmam, por meio de publicidade ou informações indevidas nos rótulos, que seus produtos são sustentáveis.

Construinova Litoral 2023

Considerado o principal hub de inovação em construção civil do Litoral de São Paulo, o Construinova Litoral reuniu diversas personalidades do setor para uma troca de experiências e ideias.

No segundo dia do evento, que ocorreu na sexta-feira (20), além do painel sobre cidades inteligentes e sustentabilidade, houve diversas palestras abordando temas variados.

Lenitta Brandão falou sobre “Acessibilidade – Legislação e Cidadania”; Ergon Cugler abordou “Qual a nossa responsabilidade com o planeta? Pensando na prática Agenda 2030, ESG e ODS”. Fernanda Meneghello mestrou a conversa sobre “Cidades Inteligentes, Inovação e ESG”; Paulo Queija abordou em sua palestra o “Futuro do Trabalho na Construção Civil”; Manoel Matias Neto compartilhou seus conhecimentos sobre “O Poder do Vergalhão de Fibra com Graveno”; Alexandre Eusébio abordou o “Uso da Propriedade Intelectual na Captão de Valor nas Inovações”; José Eduardo Oliveira, que é do SENAI, falou sobre o “Panorama do BIM e a Estratégia BIM-BR”; Alessandro Lopes ressaltou a “Arquitetura Sustentável: A Construção do Futuro” e finalizando, Maria Constantino Emidio falou suas ideias sobre “Cidades Inteligentes pelo olhar da Mobilidade Urbana e Consumo Consciente”.

Todas as discussões do evento foram transmitidas ao vivo e estão disponíveis para consulta no Instagram oficial da AMEA (Associação Mongaguaense de Engenheiros e Arquitetos).




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

debates-sobre-inovacao-e-acessibilidade-marcam-segundo-dia-de-construinova-2023

G1 Santos

Debates sobre inovação e acessibilidade marcam segundo dia de Construinova 2023

Lenitta Brandão abriu a série de debates com o tema "Acessibilidade: Legislação e Cidadania". Durante a conversa, a palestrante salientou que o novo censo indicou um aumento no número de pessoas que necessitam de acessibilidade para se locomover pela cidade. "O censo mais recente mostra que o número de pessoas com deficiência cresceu 18%. Já o número de idosos teve um aumento de 44%", afirmou. Lenitta Brandão abordou a acessibilidade […]

today3 de novembro de 2023

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%