G1 Mundo

Danilo Cavalcante, brasileiro que ficou foragido por duas semanas e nos EUA, é interrogado e transferido

today13 de setembro de 2023 37

Fundo
share close

⚠️O grupo antigo será desativado. Mesmo que você já faça parte da nossa comunidade, é preciso se inscrever novamente.

Danilo escapou de uma peninteciária no dia 31 de agosto. Houve uma operação com cerca de 500 agentes para capturá-lo.

Danilo foi imobilizado por um cachorro e depois levado para um distrito polícial.



O brasileiro foi condenado à prisão perpétua por ter assassinado a ex-namorada. No estado da Pensilvânia até a possibilidade de pena capital, mas a Justiça não aplica essa sentença há décadas, e dificilmente isso acontecerá no caso de Danilo.

Condenado à prisão perpétua, ele fugiu da penitenciária em 31 de agosto

A caçada a Danilo durou 14 dias.

O anúncio oficial da prisão foi feito pelo governador do estado da Pensilvânia, Josh Shapiro. Ele afirmou que ninguém ficou ferido e que não houve disparos de armas de fogo. O criminoso sofreu uma leve mordida do cachorro de um agente, disse Shapiro.

A procura pelo brasileiro tinha virado uma dor de cabeça para centenas de policiais estaduais mobilizados na operação de busca, que também teve apoio do FBI (a Polícia Federal americana) e da agência federal US Marshals, especializada em localizar fugitivos.

Danilo foi levado algemado a uma caminhonete preta blindada.

Os agentes, equipados como soldados, fizeram fotos e vídeos com o fugitivo, que vestia uma camiseta cinza.

Os agentes queriam pegar Danilo de surpresa, disse o tenente-coronel da polícia da Pensilvânia, George Bivens. Mas isso não o impediu de tentar escapar: ele tentou se arrastar pela grama com seu rifle, antes de se dar conta de que estava cercado.

Ele estava com o rifle que havia roubado de uma residência na segunda-feira.

Danilo estava preso e condenado à prisão perpétua em agosto pelo assassinato a facadas da ex-companheira na presença do filho da vítima, em abril de 2021.

Para escapar do presídio, ele conseguiu se esconder atrás de um muro do pátio e, depois, escalar agilmente dois muros paralelos, com os pés e com as mãos, até alcançar o teto.

Brasileiro capturado nos EUA é transferido de quartel da polícia

Brasileiro capturado nos EUA é transferido de quartel da polícia

A mãe de Danilo, que mora no Brasil, disse ao jornal “The New York Times” que não ficou surpresa de ele ter conseguido fugir das autoridades americanas, como fez em seu país após supostamente matar um homem.

“O treinamento dele foi sofrer”, explicou Iracema Cavalcante ao jornal, descrevendo a infância pobre do filho.

Ela também expressou desespero com a possibilidade de ele enfrentar a prisão perpétua nos Estados Unidos, afirmando que “é melhor morrer logo”.

No domingo, a polícia anunciou que o fugitivo havia mudado de aparência: tinha aparado a barba e o bigode com os quais aparecia na foto de procurado divulgada inicialmente.

Danilo havia roubado uma van branca, que foi encontrada no domingo, aparentemente porque estava sem combustível.

A polícia indicou que ele pediu ajuda a dois conhecidos, que avisaram as autoridades. A irmã dele, em situação irregular no país, foi detida.

O brasileiro também é procurado por homicídio no Brasil e por isso fugiu do país. A primeira parada foi Porto Rico, onde obteve documentos falsos, antes de chegar ao nordeste dos EUA, segundo o jornal “Philadelphia Inquirer”, que tem acompanhado o caso.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

apos-fala-de-lula,-flavio-dino-diz-que-brasil-pode-rever-adesao-ao-tribunal-penal-internacional

G1 Mundo

Após fala de Lula, Flávio Dino diz que Brasil pode rever adesão ao Tribunal Penal Internacional

De acordo com Dino, o tribunal atualmente sofre de “desbalanceamento”, já que não é reconhecido por nações importantes, como EUA, Rússia e China. Lula muda o discurso e diz que Justiça decidirá se Putin será preso se vier ao Brasil O Brasil é um dos signatários do tratado que criou o TPI, em 1998. Isso significa que as determinações do tribunal internacional são reconhecidas pela legislação brasileira e devem ser […]

today13 de setembro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%