G1 Santos

Diabão entra para o Guinness como o homem com mais implantes em forma de ‘chifre’ na cabeça: ‘sonho realizado’

today29 de março de 2023 40

Fundo
share close

O tatuador Michel Praddo, também conhecido como ‘Diabão’, entrou para o Guinness como o homem com o maior número de implantes em formato de ‘chifre’ na cabeça. Ao g1, ele contou, nesta quarta-feira (29), que o recorde de 33 modificações do tipo foi aferido na Itália, durante um programa de televisão da própria organização. “Experiência que vou guardar para sempre no coração“.

A viagem para Milão aconteceu em fevereiro. ‘Diabão’ participou do programa ‘Lo Show Dei Record’ [‘O Show dos Recordes’, em português], onde foi confirmada a marca de “Most subdermal ‘Horn’ Implants On The Head” [em tradução livre, ‘Mais Implantes Sob a Pele em Formato de Chifres na Cabeça’] . O tatuador afirma ter derrotado um concorrente que tinha 18 implantes. A conquista do brasileiro passou a ser divulgada no site oficial do Guinness neste mês.

“Foi algo muito especial e surreal. Um sonho realizado entrar para o Guinness e também ir para a Europa. Em vários momentos eu fiquei emocionado, com lágrimas nos olhos, enquanto fazia uma recapitulação da minha vida“, desabafou o ‘Diabão’. “Experiência que vou guardar para sempre no coração e na memória”.



Ainda de acordo com o tatuador, o Guinness tem duas ‘ramificações’: o livro e o programa da televisão. O g1 entrou em contato com a organização em busca de mais informações sobre a conquista de ‘Diabão’, mas não obteve uma resposta até a última atualização desta matéria.

Na ‘virada’ deste ano, ‘Diabão’ contou ao g1 sobre os planos e o que a marca representaria na vida dele. “Este é o programa de TV, não o livro, mas pode abrir portas. Estar lá [entre os seres humanos destacados na obra] significa a realização deste meu projeto. Não fiquei, como muitos, só imaginando como seria. Eu realmente fiz acontecer”.

‘Diabão’ viajou para a Itália e conquistou recorde no Guinness — Foto: Arquivo Pessoal

A marca alcançada e o sonho de figurar entre os recordistas do Guinness motivam ‘Diabão’ por mais desenvolvimento nas modificações corporais. Ele, inclusive, deseja concorrer para o recorde de homem mais modificado do mundo.

“Concorrer e competir dentro de algo que amo fazer e escolhi como estilo de vida foi muito bom”, comentou ‘Diabão’. “Até o final do ano, se tudo der certo, vou concorrer para o Guinness Book e pegar o título de homem mais modificado do mundo“.

Veja as principais transformações de 'Mulher Demônia' e 'Diabão'

Veja as principais transformações de ‘Mulher Demônia’ e ‘Diabão’

Michel Praddo, de 47 anos, tem quase todo o corpo tatuado e várias modificações, incluindo chifres implantados na testa. Ele é casado com a modificadora corporal Carol Praddo, conhecida como Mulher Demônia (veja o vídeo acima).

Os dois estão juntos há mais de dez anos, e passaram a fazer modificações mais extremas há cerca de quatro. As mudanças começaram com o Diabão, mas Carol entrou na onda pouco tempo depois.

Segundo o tatuador, mais de 60 procedimentos de modificação corporal já foram feitos, e ele tem mais de 80% do corpo tatuado. A meta, segundo o Diabão, é ser o homem mais modificado do mundo e entrar para o Guinness Book, o livro dos recordes.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

justica-decide-pela-expulsao-de-idoso-de-predio-apos-casos-de-racismo,-homofobia-e-importunacao-sexual

G1 Santos

Justiça decide pela expulsão de idoso de prédio após casos de racismo, homofobia e importunação sexual

A Justiça de Praia Grande, no litoral de São Paulo, aceitou o pedido de um condomínio pela expulsão de um morador ‘antissocial’. O idoso, de 70 anos, é acusado de espionar vizinhas no banho e importunar sexualmente as moradoras. Contra ele também foram registradas denúncias de racismo e homofobia, além das ameaças ao síndico. O réu não só deixou o apartamento como foi condenado a pagar R$ 2 mil pelos […]

today29 de março de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%