G1 Santos

Doceria prepara bananadas caseiras há mais de 100 anos e é sucesso no litoral de SP; veja a história e a receita

today21 de julho de 2023 7

Fundo
share close

“Foi inaugurada a Ponte. Vinha gente para ver, era novidade a Ponte Pênsil. Minha avó, como tinha morado em fazenda, ela sabia fazer esses doces de bananada, abóbora, batata. Ela começou a fazer e como vinham o pessoal para ver, vinha para comprar”, conta ela.

Ela preparava as receitas típicas da fazenda e vendia em tabletes. O mais famoso era a bananada, que se tornou o carro-chefe do negócio e deu origem ao nome da casa. “É feita com banana prata, geralmente o pessoal faz com banana nanica. Essa começou a com a banana prata e entao ficou diferente. Por isso, que ficou como Casa das Bananadas”, diz.

A mãe de Osnilda seguiu os passos da família. Ela criou receitas diferentes e a casa passou a vender também cocada assada, quindim, doce de abóbora, doce de batata doce roxa, entre outros. “Minha avó fazia só em tabletes, e minha mãe começou a fazer os doces pequenos, para ajudar nos orçamentos”, diz.



Doceria prepara bananadas caseiras há mais de 100 anos e é sucesso em São Vicente, SP — Foto: Mariane Rossi/g1

Osnilda, ainda criança, acompanhava de perto a produção, junto com o irmão. Ela aprendeu a fazer as tradicionais receitas de família e criou doces para a casa, como a banana passa com chocolate e o sonho de valsa caseiro.

Com o passar dos anos, a Casa das Bananadas se transformou em uma das mais docerias mais conhecidas da cidade. Os clientes vem de vários lugares do país atrás daquele da bananada ou daquele docinho com gosto de casa de vó. Alguns pedem para o embrulho ser feito para viagem, pois levará para fãs da casa que mora em outros países.

O empresário Maciel Cavalcante da Silva passou de cliente para amigo de Osnilda. Ele mora em São Paulo, mas passa dias no litoral paulista por conta de negócios. Na primeira vez, ele veio apenas para comer um doce e tomar um café e criou um laço de amizade com a família que sempre o faz voltar.

“Nas minhas caminhadas, em alguns momentos, eu vinha pra tomar um café e aproveitar o wi-fi da casa, e nos tornamos amigos”, conta. Hoje, a paradinha na doceria é obrigatória. E, tem o seu doce preferido. “A cocada queimada é a que eu mais adoro, eu não posso deixar de comer. Super artesanais e caseiro”

Doceria prepara bananadas caseiras há mais de 100 anos e é sucesso no litoral de SP; veja a história e a receita — Foto: Mariane Rossi/g1

O sucesso da casa se deve às bananadas, receita mais antiga e criada pela avó de Osnilda. Segundo a neta, como o doce é artesanal, ele é feito apenas a base de banana prata e açúcar. O modo de preparo, ela aprendeu com a mãe e a avó.

“Medida mesmo, não tem nada. pode perguntar para as empregadas se tem receita. Elas aprendem assim: eu faço para elas verem. Não tem receita. Você vai colocando o açúcar e você experimentar se está bom”, explica.

A bananas são descascadas, passadas na máquina para moer e vão no tacho com açúcar. Ali, os ingredientes são misturados por cerca de três horas no forno. Antigamente, esse processo era ainda mais rústico.

“O fogo era no chão, tinha o tacho. Era uma base grande, que a gente mexia. Foi modernizando, veio para cá e se fazia no fogão. Meu pai fez esse tacho para se fazer de forma automática”, conta ela.

Para conferir se está ponto ideal, Osnilda coloca um pouco do doce na mão. “Tem que esperar desgrudar, aí o ponto está bom”, explica. Depois, o doce é retirado com uma espátula e colocado em formas retangulares. Apenas no dia seguinte, ele é desinformado e levado para a vitrine.

Casa das Bananadas fica ao lado da Ponte Pênsil, em São Vicente — Foto: Mariane Rossi/g1

A charmosa casa da família passou por algumas reformas, mas alguns detalhes do local não mudam. Os azulejos antigos, o armário com tela que guarda um estoque dos doces e a vitrine de madeira recheada de delícias. O principal segredo é a arte de produzir doces de forma bem artesanal, uma paixão que passou de geração em geração e é mantida por Osnilda.

“Tem freguês que vinha criança hoje estão trazendo netos, tem muitos que entram e começam a chorar, lembrar de mãe e pai, cada um tem uma história para contar […] Eu me sinto muito feliz, me sinto realizada”




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

suspeita-de-matar-crianca-com-11-facadas-e-presa-21-anos-apos-o-crime-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Suspeita de matar criança com 11 facadas é presa 21 anos após o crime no litoral de SP

Uma mulher, de 45 anos, procurada pela Justiça por matar uma criança de 7 anos com 11 facadas em Barbalha (CE) foi presa na manhã desta sexta-feira (21) em São Vicente, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Rosa Pereira dos Santos estava foragida há 21 anos. De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), policiais civis do 2° Distrito Policial (DP) do município cumpriram um mandado de […]

today21 de julho de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%