G1 Mundo

Entenda por que Trump não foi fotografado ao ser acusado, como é comum nos EUA

today5 de abril de 2023 6

Fundo
share close

Nos Estados Unidos, essa foto de entrada nos registros da Justiça criminal tem um nome específico: é o “mug shot”.

Há “mug shots” de figuras históricas dos EUA, como do reverendo Martin Luther King Jr.

Nesta terça-feira (4), pegaram as digitais de Trump e a inseriram no sistema da Justiça criminal do estado de Nova York, mas não foi divulgada uma fotografia.



Os agentes da corte abriram uma ficha para o ex-presidente com nome completo, data de nascimento, altura e peso; eles recolheram o registro das digitais e checaram o sistema para ver se havia algum mandado de prisão em aberto.

No entanto, não foi feita uma fotografia para o sistema da Justiça, de acordo com o jornal “Washigton Post” e com a agência Associated Press, no caso de Trump.

Segundo o “New York Times”, uma fotografia, neste caso, é totalmente dispensável para fins práticos.

O propósito das “mug shots” é ajudar os policiais a reconhecer um acusado de um crime para localizá-lo, se ele, eventualmente, fugir.

Essas fotografias são distribuídas também para a imprensa, para que a imagem seja divulgada e o rosto do suspeito seja reconhecido em público.

No entanto, neste caso, não se considera que Trump pode fugir e, além disso, o rosto dele já é conhecido.

Apesar disso, surgiram “mug shots” de Trump nas redes sociais. De acordo com a AP, são imagens manipuladas.

Depois que Trump foi levado sob custódia na terça-feira, as impressões digitais de Trump foram tiradas como parte do processo de registro, mas sua foto não foi tirada, de acordo com dois policiais. Os agentes não deram declarações públicas sobre esse processo e só falaram com a agência de notícias AP sob condição de anonimato. Ainda assim, mais de 10 imagens fabricadas com a intenção de mostrar a foto da polícia de Trump circularam no Twitter, Facebook, Instagram e TikTok na terça-feira.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

entenda-o-que-vai-mudar-com-a-adesao-da-finlandia-a-otan

G1 Mundo

Entenda o que vai mudar com a adesão da Finlândia à Otan

Nesta terça-feira, o último empecilho para a adesão da Finlândia a Otan será resolvido: colocando fim a um impasse de meses, a Turquia registrará formamelmente sua ratificação do protocolo que permite que um país se torne membro da organização. Em seguida, Helsinki apresentará os documentos necessários para se tornar o 31° membro da aliança atlântica.  Na capital belga, uma cerimônia marcou a entrada da Finlândia à Otan. Diante da sede […]

today5 de abril de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%