G1 Mundo

Equipe tenta salvar explorador americano preso em caverna a 1km de profundidade na Turquia

today7 de setembro de 2023 4

Fundo
share close

Mark Dickey, de 40 anos, é um explorador veterano e realizava uma expedição com um grupo de outras pessoas quando adoeceu repentinamente e começou sofrer sangramento gastrointestinal, informou a Associação Europeia de Salvadores de Cavernas nesta quinta-feira (7).

“Várias equipes internacionais, incluindo croatas e italianos, estão ajudando nas operações”, disse Bulent Genc, chefe da Federação de Espeleologia da Turquia (Tumaf), à Reuters. “[Os especialistas esperam que as operações de resgate] levem 10 dias, mas pode ser menos tempo se o sujeito estiver melhor, ou mais tempo se a situação dele piorar.”

Yusuf Ogrenecek, da Tumaf, disse à AP que a condição de Dickey se estabilizou e que ele está melhorando. Ainda de acordo com o especialista, o norte-americano está de “bom humor” e os médicos decidirão se ele poderá deixar a caverna em uma maca ou por conta própria.



Marton Kovacs, do Serviço Húngaro de Resgate em Cavernas, disse à AP que a caverna está sendo preparada para remoção segura de Dickey. Passagens estreitas estão sendo alargadas para acomodar uma maca, e o perigo de queda de pedras também está sendo abordado.

As equipes de resgate esperam que a extração possa começar no próximo fim de semana e estimam que o procedimento levará dias. Por isso, pontos de acampamento estão sendo instalados ao longo do caminho para que Dickey e as equipes de resgate possam descansar.

A Tumaf disse que uma linha telefônica foi instalada para que o Dickey possa se comunicar com as equipes do lado de fora. Ainda assim, cada mensagem leva cerca de cinco a sete horas para ser efetuada.

As condições na caverna, que é a terceira maior da Turquia, complicam o resgate. Além de ficar a uma altitude de 2.140 metros, a gruta é bastante fria — a temperatura fica em torno dos 5°C.

O espeleólogo americano Mark Dickey, 40, fala para a câmera ao lado de um colega dentro da caverna Morca, perto de Anamur, sul da Turquia, quinta-feira, 7 de setembro de 2023. — Foto: Turkish Government Directorate of Communications via AP




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

russia-diz-que-derrubou-cinco-drones-ucranianos-no-sul-e-perto-de-moscou

G1 Mundo

Rússia diz que derrubou cinco drones ucranianos no sul e perto de Moscou

Segundo autoridades russas, ataques aconteceram em três regiões diferentes do país. Rússia sofre ataques de drones em Moscou e no sul do país A Rússia disse, nesta quinta-feira (7), que derrubou cinco drones ucranianos no sul e perto de Moscou, deixando uma pessoa ferida. Segundo o Ministério da Defesa russo, um drone foi derrubado durante a madrugada em Ramenskoye, 60 quilômetros a sudeste de Moscou, sem causar vítimas. As autoridades […]

today7 de setembro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%