Prefeitura de Guarujá

Escolas de Guarujá conscientizam alunos sobre abuso sexual na juventude

today23 de maio de 2022 7

Fundo
share close

Ações desenvolvidas desde terça- feira (17) envolveram cerca de 21 mil estudantes

Em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no último dia 18, a Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria de Educação (Seduc) desenvolveu atividades sobre o assunto ao longo da última semana. Cerca de 21 mil estudantes da rede municipal do ensino fundamental I e II participaram da iniciativa.

De acordo com a coordenadora de Ações Educacionais da Prefeitura, as escolas intensificaram ações desse tema divulgando informações aos participantes de cada comunidade escolar, instituindo um cronograma para divulgação de informações importantes.

Entre essas informações foram destacadas o conceito de abuso e exploração sexual infantil e juvenil, dados estatísticos, esclarecimento de mitos e verdades, dispositivos legais, divulgação dos canais de denúncia do Município, além de outros tópicos fundamentais para a compreensão desse problema.

Junto ao cronograma, cada unidade de ensino organizou outras ações, mobilizando alunos para essa conscientização, através de palestras, confecção de cartazes, conversas em roda, além de outras atividades.



Vale ressaltar que a Seduc vem intensificando momentos de reflexão com profissionais de educação desde 2021, com abordagens sobre a importância da comunicação e da escuta ativa com os alunos, para identificar e realizar os encaminhamentos necessários.

“Garantir direitos às crianças e adolescentes é a certeza de contribuirmos para uma sociedade cada vez mais humanitária e igualitária. Por isso, o enfrentamento à violação desses direitos deve ser praticado por toda a sociedade, com os profissionais de educação tendo importante participação nesse processo,” disse a coordenadora.

Sobre a data

Com o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, 18 de maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, residente em Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.

Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído pela Lei nº 9.970/2.000,  como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, é a data em que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Tadeu

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

familia-sai-de-casa-durante-‘apagao’-e-escapa-de-incendio-em-sp:-‘pensaram-que-estavamos-mortos’

G1 Santos

Família sai de casa durante ‘apagão’ e escapa de incêndio em SP: ‘pensaram que estávamos mortos’

Casal e duas filhas deixaram o imóvel às 21h porque as crianças estavam com medo do escuro. Fogo começou por volta de 5h. Família sai de casa durante ‘apagão’ e escapa de incêndio após suposto curto circuito Uma casa pegou fogo devido a um suposto curto-circuito na manhã do último sábado (21), após um apagão em uma rua em Guarujá, no litoral de São Paulo. Por sorte, a família havia […]

today23 de maio de 2022 33

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%