G1 Santos

Esposa de segurança morto em balada não queria que ele fosse trabalhar e filha pediu: ‘pai, fica comigo’

today27 de junho de 2023 8

Fundo
share close

Rafaela Camila, de 30 anos, contou ao g1 que ela e a filha queriam que Gustavo Adolfo Lopes de Oliveira de Carvalho ficasse em casa.


Rafaela e Gustavo estavam juntos há 15 anos. — Foto: Arquivo Pessoal



“Eu não queria que ele fosse naquele dia. Queria que ficasse com as meninas [filhas]. Minha filha mais nova foi até o carro e falou: ‘Pai, fica comigo’. Ele respondeu: ‘Filha, papai tem que trabalhar’. E ela nem é de fazer isso”, contou a técnica de enfermagem.

O crime aconteceu na madrugada de domingo (18), no bar Estação Chopp, no Centro de Itanhaém. No sábado, antes dele ir trabalhar, a família tinha se reunido para um café da tarde com a mãe da vítima, que mora em São Paulo e estava de passagem pelo litoral para visitar os parentes.

“Passamos uma tarde gostosa. Compramos bolo, brincamos […]. Foi uma despedida e a gente não sabia”, disse Rafaela, que foi casada com Gustavo por 15 anos e teve duas filhas, de 6 e 11.

O casal se mudou recentemente para a cidade no litoral de SP e, durante a semana, Gustavo trabalhava como segurança em um banco da cidade. Na balada, segundo Rafaela, ele tinha começado há menos de dois meses. O serviço no Estação Chopp acontecia apenas aos finais de semana.

Sobre não ter ficado em casa, a viúva ressaltou o comprometimento da vítima: “Ele era um homem muito trabalhador, esforçado. Era apaixonado pela profissão dele”, relatou.

Rafaela Camila pediu ao segurança para ele não trabalhar no dia do crime — Foto: Arquivo Pessoal

Os acusados de terem cometido o crime, Leony Lors Defeu e Rafael Rondi de Moraes, tiveram a prisão preventiva determinada em audiência de custódia e a técnica de enfermagem irá lutar para que eles permaneçam presos. Por isso, ela já contratou advogados. “Ninguém merece sentir o que eu estou sentindo. Ver seu marido sair para trabalhar e não voltar mais”, ressaltou.

Segurança morre após ser alvejado em porta de balada no litoral de SP

Segurança morre após ser alvejado em porta de balada no litoral de SP

Câmeras de monitoramento mostram fuga e perseguição de homem que matou segurança para inva

Câmeras de monitoramento mostram fuga e perseguição de homem que matou segurança para inva

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-o-reino-unido-enviou-de-volta-ao-caribe-centenas-de-migrantes-com-disturbios-mentais

G1 Mundo

Como o Reino Unido enviou de volta ao Caribe centenas de migrantes com distúrbios mentais

Documentos antes classificados como confidenciais revelaram que pelo menos 411 pessoas foram enviadas de volta entre os anos 1950 e o início dos anos 1970, em um programa que deveria ter sido voluntário. Famílias afirmam que foram separadas e algumas nunca foram reunidas novamente. O governo britânico afirma que está comprometido com a reparação das injustiças daquela época. Segundo um porta-voz, "reconhecemos o ativismo das famílias que buscam a reparação […]

today27 de junho de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%