G1 Mundo

‘Estamos vivendo uma limpeza étnica e física’, diz embaixador da Palestina no Brasil

today11 de outubro de 2023 2

Fundo
share close

Em entrevista à GloboNews nesta terça-feira (10), o embaixador da Palestina no Brasil, Ibrahim Alzeben falou sobre a guerra entre Israel e Hamas. O Embaixador, que está de férias em Ramalah, na Cisjordânia, destacou quais informações tem recebido da população dentro da Faixa de Gaza.

“Estamos vivendo, praticamente, uma terra arrasada na Faixa de Gaza. Bombas e mísseis atingindo toda a superfície da Faixa de Gaza, minúscula. As imagens falam por si mesmas. Estamos vivendo uma limpeza étnica e física nesse território”, destacou.

“O que está acontecendo é uma continuidade de um processo bélico que a Pelestina vive há sete décadas, onde foi negada a existência do povo palestino”, acrescentou Alzeben



10 de outubro de 2023 – Imagem aérea mostra Faixa de Gaza após ataques de Israel — Foto: REUTERS/Mohammed Salem

O embaixador afirma que a Palestina “acredita no processo de paz” e que guerras “não resolvem”.

“Somos objeto de um terrorismo de estado, que deve ser avaliado, inclusive, pelos tribunais, para definir quem são os terroristas”, disse.

Ibrahim Alzeben ainda acusa Israel de promover ataques estratégicos com objetivo de interromper o fornecimento de água e luz em Gaza.

“O terrorista é aquele que usa aviões militares e todo tipo de tecnologia para deixar todo um território praticamente sem luz, sem água. São métodos que, inclusive nas guerras, são proibidos. Esse bombardeio indiscriminado, cortar água, cortar alimento”, completou.

▶️ Como começou o conflito entre o Hamas e Israel? A mais recente disputa na região começou em 7 de outubro, quando o Hamas realizou um ataque-surpresa contra Israel. Essa foi a mais violenta ação em território israelense dos últimos 50 anos. Os serviços de inteligência do país não conseguiram antecipar que uma ofensiva dessa magnitude estava sendo preparada.

▶️ O que é o Hamas? O grupo extremista armado é uma das principais organizações islâmicas nos Territórios Palestinos (são duas áreas não contínuas: a Faixa de Gaza e a Cisjordânia). Desde 2007, o Hamas controla Gaza, localizada em um estreito pedaço de terra na costa oeste de Israel. O grupo é considerado terrorista por países como os Estados Unidos e o Reino Unido, mas tem o apoio do Irã.

▶️ Como foi o ataque? As ações se concentraram perto da fronteira da Faixa Gaza, de onde Hamas lançou 5 mil foguetes. Por terra, ar e mar, com motos e parapentes, homens armados invadiram o território israelense pelo sul do país. Houve relatos de que os invasores atiraram em pessoas que estavam nas ruas e sequestraram dezenas de israelenses (incluindo mulheres e crianças), levados como reféns para Gaza.

▶️ Como foi a resposta de Israel? Diante da ofensiva do Hamas, o governo israelense iniciou uma retaliação. “Estamos em guerra e vamos ganhar”, disse o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, logo após o ataque. “O nosso inimigo pagará um preço que nunca conheceu.” Ainda em 7 de outubro, Israel lançou bombas em direção à Faixa de Gaza.

▶️ Quantas pessoas morreram? Até a última atualização desta reportagem, as mortes já passavam de 1,8 mil.

▶️ Qual é o contexto recente desse do conflito? A Arábia Saudita e o governo de Israel estavam negociando para estabelecer relações diplomáticas formais. Os Estados Unidos trabalham ativamente para isso. Caso Israel e a Arábia Saudita se tornem aliados, o Irã, um adversário em comum dos dois, ficará mais isolado. “A principal motivação do Hamas e do Irã [para o ataque] foi o desejo de perturbar esse acordo, que ameaçava isolá-los. A ideia era envergonhar os líderes árabes que que fizeram a paz com Israel, ou que poderiam vir a fazê-lo”, afirmou Martin Indyk, ex-embaixador dos EUA em Israel.

▶️ Qual é o histórico do conflito na região? A disputa entre Israel e Palestina se estende há décadas e já resultou em inúmeros enfrentamentos armados e mortes. Em sua forma moderna, remonta a 1947, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) propôs a criação de dois Estados, um judeu e um árabe, na Palestina, sob mandato britânico.

▶️ Quando Israel foi reconhecido como um Estado? Em 1948. Desde então, vem ocorrendo uma disputa por território na região, e vários acordos já tentaram estabelecer a paz na região, mas neNhum deles teve sucesso.

▶️ Qual é a diferença entre israelenses e palestinos? Israelenses são cidadãos do Estado de Israel, criado em 1948. Palestinos são o povo etnicamente árabe, de maioria muçulmana, que habitava a região entre o Rio Jordão e o Mar Mediterrâneo.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

festival-do-imigrante-tera-musica,-oficinas-e-gastronomia-em-santos;-veja-a-programacao

G1 Santos

Festival do Imigrante terá música, oficinas e gastronomia em Santos; veja a programação

A Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur), de Santos, no litoral de São Paulo, vai realizar o Festival do Imigrante, com muito lazer, música, oficinas e gastronomia variada na região do Valongo. O evento acontecerá entre os dias 12 e 15 de outubro. O evento será um tributo aos povos que vieram de longe para ajudar a construir o nosso. A abertura ocorre no dia 12, às 11h, […]

today10 de outubro de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%