G1 Mundo

EUA vão abrir centros de pré-seleção de migrantes na Colômbia e Guatemala

today28 de abril de 2023 4

Fundo
share close

Administração de Joe Biden busca diminuir fluxo de entrada de imigrantes no território norte-americano.


Migrantes colombianos acolhidos pela polícia montada do Canadá, em 9/2/23. — Foto: AP – Ryan Remiorz



Os Estados Unidos abrirão centros na Colômbia e na Guatemala para pré-selecionar migrantes que poderão entrar no país assim que o chamado “Título 42” for revogado em maio. A medida, adotada durante a pandemia de Covid-19, permite que o país expulse, por razões sanitárias, muitas pessoas que cruzam ilegalmente a fronteira com o México.

Em 11 de maio, termina o estado de emergência de saúde pública ligado ao coronavírus nos Estados Unidos. No mesmo dia, o Título 42 será extinto. Isso significa que o serviço de fronteira não poderá mais deportar rapidamente certos migrantes com por razões sanitárias.

O governo de Joe Biden busca então alternativas para evitar as ondas migratórias que devem atingir a fronteira sul dos Estados Unidos, a partir de 12 de maio. A imprensa local dos Estados Unidos informa que há grupos de pessoas no norte do México esperando para tentar cruzar a fronteira assim que o Título 42 deixe de vigorar.

Uma das alternativas anunciadas pelo governo Biden é a criação de centros regionais de processamento fora dos Estados Unidos para que migrantes solicitem entrada no país norte-americano.

Inicialmente, os centros de processamento funcionarão na Colômbia e na Guatemala, mas os Estados Unidos estão considerando outros países a partir de onde os migrantes possam solicitar asilo político, programas de reunificação familiar e autorizações de trabalho.

Outra medida para tentar reduzir o número de migrantes que chegam aos Estados Unidos é o acordo com o Canadá e a Espanha para que esses países aceitem migrantes cujos casos passem por esses centros de processamento.

Desde que o Título 42 começou a ser implementado, em 2020, 2,5 milhões de migrantes foram expulsos e o fim dessa medida pode ter altos custos políticos para Biden em sua aspiração à reeleição.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

em-budapeste,-papa-pede-fim-de-“agressividade-adolescente”,-em-referencia-a-guerra-na-ucrania

G1 Mundo

Em Budapeste, papa pede fim de “agressividade adolescente”, em referência à guerra na Ucrânia

O argentino de 86 anos só ficará na capital Budapeste durante a viagem devido ao seu frágil estado de saúde, um mês depois de ter sido internado por bronquite. "É vital recuperar o espírito europeu", disse o papa durante um discurso ao qual Orban assistiu junto com outros dignatários, diplomatas e membros da sociedade civil. O pontífice advertiu contra uma "espécie de agressividade adolescente". O papa chegou pouco antes das […]

today28 de abril de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%