G1 Santos

Faxineiro que levou soco de morador em prédio é afastado: ‘psicológico abalado’; VÍDEO

today6 de março de 2024 2

Fundo
share close

O caso aconteceu no Condomínio Edifício Residencial Vinhas, no bairro Guilhermina. As imagens, obtidas pela equipe de reportagem, mostram o profissional levando socos após discutir com o homem e a esposa dele pelo uso indevido de trajes de banho na entrada social do edifício.

Ao g1, ele contou que tem sentido fortes dores de cabeça e pelo corpo após as agressões. Nesta quarta-feira (6), receberá atendimento psicológico para uma avaliação. Ele foi encaminhado pelo Caps. “Estou ali trabalhando no prédio, uma coisa justa e digna, e sou tratado dessa maneira. Estou muito mal com isso tudo”, afirmou o faxineiro, sobre o afastamento.

Em nota, o condomínio citou que os vídeos mostram o faxineiro “perseguindo” e “importunando” a mulher após a discussão. Apesar disso, o edifício ressaltou que não compactua com qualquer tipo de violência e, se “qualquer agressão tiver de fato ocorrido, serão os condôminos penalizados” (leia o posicionamento completo no fim da reportagem).



O g1 entrou em contato com a moradora do prédio e ela não quis se pronunciar sobre o ocorrido até a última atualização desta reportagem. O marido dela e a empresa responsável pela limpeza do edifício ainda não foram localizados.

Ao g1, Publio disse sofrer com fortes dores pelo corpo após as agressões, precisando ir ao pronto-socorro duas vezes nos últimos dias. Além dos desconfortos físicos, ele afirmou que também passa por dificuldades psicológicas por conta do ocorrido.

“Não estou conseguindo dormir de noite. Estou com o psicológico abalado porque não é fácil ouvir que a gente é ‘faxineiro’ e a pessoa é ‘proprietária’. Não é fácil passar por uma agressão […]. Quando eu começo a lembrar disso, me sinto inferior”, desabafou ele.

O rapaz ressaltou que precisa do trabalho porque não tem família na cidade e paga pelo aluguel da casa onde mora com a esposa. O faxineiro saiu de Salvador (BA) há três meses em busca de serviço no litoral paulista. Publio disse ter conseguido o emprego no prédio assim que chegou à Baixada Santista, embora a mulher ainda esteja sem trabalhar.

Faxineiro é agredido a socos após discussão com morador de condomínio em Praia Grande (SP) — Foto: Publio Neto

Segundo Publio, a situação começou após ele ter orientado o casal a sair do prédio pela porta lateral, uma vez que é proibido circular pela entrada principal usando trajes de banho. “Ele [morador] olhou para a minha cara e falou: ‘Eu não estou sujo e nem estou com cooler. Vai para merda, vai procurar cagar. Fica aí limpando'”, afirmou o faxineiro.

Publio acrescentou que, após as ofensas, entrou em contato com o síndico, que o orientou a registrar a ocorrência junto ao número do apartamento do casal no caderno do condomínio.

O funcionário afirmou que, quando o casal voltou da praia, tentou entrar no elevador junto com eles para descobrir o número do apartamento. É nesse momento que Publio começa a seguir e filmar o casal. Ele chega a colocar o pé na porta do elevador para entrar, mas é impedido pelo morador.

A situação causou nova discussão. O casal, portanto, resolveu deixar o elevador e seguir até o apartamento pelas escadas. E, mais uma vez, o faxineiro os seguiu filmando os moradores. No vídeo, o homem aparece puxando, sem sucesso, o celular da mão de Publio.

Sem conseguir pegar o aparelho, o morador desiste de impedir a gravação e continua em direção ao apartamento. A esposa, porém, permanece no local discutindo com o funcionário. Ela pediu: “Para de me atormentar”.

E continuou: Por que você não vai [não completou a frase]? Porque eu sou proprietária e você é faxineiro. Eu posso dividir [o elevador], só que com você eu não posso”, disse a moradora.

Faxineiro seguiu os moradores para descobrir número de apartamento — Foto: Publio Neto

A mulher voltou para as escadas, com o faxineiro ainda atrás dela. A moradora disse que ele “não conhece o marido dela”, e o rapaz questionou se a fala havia sido uma ameaça. Ambos ficaram em silêncio até chegarem em frente ao apartamento.

O morador, que já estava na porta do imóvel, correu em direção ao faxineiro, mas escorregou em um cooler. Em seguida, ele alcançou o funcionário e aplicou diversos socos nele.

“Socorro! Socorro! Socorro!”, gritou o faxineiro, enquanto era agredido pelo morador.

Após se desvencilhar do morador, Publio foi até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) da cidade, onde registrou um boletim de ocorrência de ‘lesão corporal e injúria’ contra o casal.

Em nota, o Condomínio Edifício Residencial Vinhas afirmou que o síndico prestou apoio imediato ao faxineiro. Ele teria perguntado se o funcionário precisava de algo e se estava em condições para trabalhar, mas Publio respondeu que a situação era “chata”, embora não visse a necessidade de suspender o serviço.

Ainda segundo o condomínio, o faxineiro alegou ter sido agredido verbalmente e fisicamente pelo morador. “O que vemos nas imagens é o funcionário praticando verdadeiro ato de perseguição e importunação em desfavor da condômina, que encarecida e repetidamente pedia para não ser seguida”, pontuou o edifício.

Por fim, o condomínio ressaltou que não compactua com nenhuma ação de violência e está empenhado na apuração dos fatos. “Se qualquer agressão tiver de fato ocorrido, serão os condôminos penalizados na forma da convenção coletiva e da lei positivada”, concluiu.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

em-meio-a-pressao-por-desistencia,-campanha-de-nikki-haley-diz-estar-honrada-por-apoio-na-superterca

G1 Mundo

Em meio à pressão por desistência, campanha de Nikki Haley diz estar honrada por apoio na Superterça

Até a última atualização desta reportagem, Haley havia vencido Donald Trump em apenas um dos 15 estados onde foram realizadas primárias republicanas nesta terça-feira. Após os resultados da Superterça, a candidata não fez nenhuma aparição pública. Em vez disso, a porta-voz da campanha, Olivia Perez-Cubas, leu um comunicado. "Hoje vimos que permanece nos estados um grande bloco de eleitores republicanos expressando profundas preocupações sobre Donald Trump. Isso não é a […]

today6 de março de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%