G1 Santos

Filha de professora violentada e morta diz que mãe ‘se sacrificou para salvar a família’

today19 de agosto de 2022 95

Fundo
share close

A filha da professora Cleonice Antônio Santos, que morreu após ser violentada com um cabo de vassoura, revela que a mãe “se sacrificou para salvar a família”, uma vez que o namorado ameaçava matar os parentes e amigos próximos se ela o deixasse. Manoel Acácio, apontado pela Polícia Civil como suspeito no caso, teve o pedido de prisão temporária aceito pela Justiça e está foragido.

O crime aconteceu em São Vicente, no litoral de São Paulo. Ao g1, a confeiteira Steffany dos Santos Vieira, de 23 anos, contou que o relacionamento de Cleonice e Acácio durou aproximadamente um ano e meio, mas, em poucos meses, segundo ela, o ciúme e a agressividade do homem já eram evidentes.

Minha mãe se sacrificou para nos salvar. Ela disse para mim que faria isso por quem amava

— Steffany dos Santos, filha da vítima



“Nós sempre tivemos uma relação próxima, ainda mais por eu ser a única filha dela”, explicou a jovem, fruto de outro relacionamento de Cleonice.

Steffany contou após ser ofendida por Acácio deixou a casa da mãe e foi morar por alguns meses na capital paulista.

“Quando voltei, não satisfeito, ele disse: ‘Não quero vocês perto uma da outra’. O namorado a obrigou a morar com ele”. A filha disse que Cleonice saiu de casa, no bairro Jardim Guassu, e foi com Acácio para o Jardim Rio Negro, ambos bairros de São Vicente (SP).

Agressão física e psicológica

Com o passar do tempo, a jovem notou episódios marcantes que acenderam o ‘alerta’ para agressões físicas. “Quando ela ia para o banho, eu corria atrás e via manchas [possivelmente de violência]. Eu perguntava o que tinha acontecido, mas ela dava desculpas ‘muito bobas'”.

Além disso, o comportamento de Cleonice também mudou. “A mente da minha mãe sempre foi saudável. Nunca precisou passar por psiquiatra ou psicólogo, mas durante esse relacionamento, começou a ir“.

Steffany aponta ainda que familiares e amigos tentaram ajudar Cleonice quando perceberam o suposto relacionamento abusivo. “Buscávamos ela toda hora na casa desse rapaz, mas voltava para lá por conta de medo. Ele vinha até aqui [a casa da família] pessoalmente”.

A jovem complementa dizendo que a mãe trabalhou cerca de 20 anos em uma instituição de ensino no citado município, e ex-alunos da professora também tentaram ajudá-la. “Ela já cuidou de muitas gerações, que hoje já estão formados e são pais e mães. Nós falávamos que estávamos do lado dela”.

Eu falava: ‘A senhora não está sozinha, tem muita gente do seu lado’. O medo a cegou

— Steffany dos Santos, filha da vítima

A professora aposentada Cleonice Antônio Santos, de 48 anos, morreu após ser violentada com um cabo de vassoura em São Vicente. O objeto perfurou a parte central do intestino grosso.

A vítima morreu no Hospital Municipal de São Vicente. O laudo pericial do Instituto Médico Legal (IML), obtido pela reportagem, aponta que a causa da morte foi “choque séptico”, ou seja, uma infecção generalizada, que foi causada pela perfuração.

Polícia Civil investiga morte de professora em São Vicente, SP

Polícia Civil investiga morte de professora em São Vicente, SP

Na unidade de saúde, a equipe médica disse à família de Cleonice que encontrou de pus na cavidade. Os médicos realizaram uma cirurgia chamada laparotomia exploratória, em que o abdômen é aberto e os órgãos abdominais são examinados em busca de lesões ou doenças.

Ao g1, a artesã Luzinete Aragão, prima da vítima, alega que a família suspeita do namorado de Cleonice, que teria desaparecido após levá-la ao hospital.

Um boletim de ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial de São Vicente segunda-feira (15), dia em que Cleonice morreu. A filha dela informou à Polícia Civil que, segundo relatado pelo próprio namorado da mãe, Cleonice teria sido socorrida por ele após “se sentir mal”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-federal-investiga-desvio-de-dinheiro-da-saude-em-cubatao

G1 Santos

Polícia Federal investiga desvio de dinheiro da Saúde em Cubatão

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) pediram o bloqueio de bens do prefeito de Cubatão, Ademário Oliveira (PSDB), da ex-secretária de Saúde, Sandra Lucia Furquim de Campos, além do empresário e músico Almir Matias da Silva, que também teve requerida a prisão preventiva. Os três foram citados em inquérito que apura desvio de dinheiro da Saúde no município. O desembargador Fausto de Sanctis, relator do processo […]

today18 de agosto de 2022 48

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%