G1 Mundo

Fortes tempestades de inverno atingem países da Europa e deixam cidades debaixo d’água

today5 de janeiro de 2024 6

Fundo
share close

A situação foi parecida no norte da França, em que enchentes cobriram casas e alagaram ruas de diversas cidades. Centenas de pessoas precisaram deixar suas casas.

Na Bélgica, os serviços de trens suspenderam as operações devido à subida do nível da água. A empresa administradora disse que os passageiros teriam que pegar um ônibus substituto entre Marbehan e Libramont até o fim de semana, enquanto verificavam a segurança da região.

Na vizinha, Alemanha, o chanceler, Olaf Scholz, prometeu ajudar partes da Alemanha atingidas pelas enchentes. Ele visitou Berga, onde os moradores construíram bancos de areia para conter as enchentes.



“É muito impressionante ver como a solidariedade aqui está ajudando a manter os cidadãos seguros, bem como toda a paisagem. Durante muitos, muitos dias, inúmeros cidadãos, mas também organizações de ajuda e instituições estatais, têm trabalhado arduamente”, disse o chanceler.

Centenas de carros ficaram presos na neve na autoestrada E22, no sul da Suécia, durante a noite.

“Esperei aqui por 12, em breve 13 horas”, disse a motorista Petra Bentz.

Veículos são vistos em meio a tempestade de neve na Suécia — Foto: REUTERS




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

proposta-militar-de-israel-para-o-futuro-de-gaza-colide-com-a-de-ministros-radicais-de-netanyahu

G1 Mundo

Proposta militar de Israel para o futuro de Gaza colide com a de ministros radicais de Netanyahu

Este ponto da proposta de Yoav Gallant colide frontalmente com os anseios dos ministros ultrarradicais que integram o Gabinete de Benjamin Netanyahu e defendem a expulsão dos palestinos e o estabelecimento e o regresso de assentamentos judaicos no território. Embora sem especificar quem governará o território no dia seguinte ao fim da guerra com o Hamas, o ministro da Defesa foi categórico: Israel não será responsável pela vida civil na […]

today5 de janeiro de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%