G1 Mundo

França proíbe uso do TikTok em celulares de funcionários públicos

today24 de março de 2023 19

Fundo
share close

Além do país de Emmanuel Macron, Estados Unidos, Canadá e outras nações já anunciaram o banimento do app chinês em dispositivos de servidores públicos por preocupações com espionagem.


França proíbe uso do TikTok em celulares de funcionários públicos — Foto: Reuters/Dado Ruvic



A França anunciou, nesta sexta-feira (24), que está proibindo o uso do TikTok em dispositivos de trabalho de funcionários públicos. A informação foi confirmada pelo ministro da Função Pública, Stanislas Guerini, em sua conta no Twitter.

Além da França, outros países já baniram o popular aplicativo chinês em aparelhos de servidores públicos, incluindo o parlamento do Reino Unido, os holandeses, as administrações belgas e o parlamento neozelandês. Estados Unidos, Canadá e Índia também tomaram a mesma medida.

“Para garantir a segurança cibernética de nossas administrações e funcionários públicos, o governo francês decidiu proibir aplicativos recreativos, como o TikTok, nos telefones profissionais dos funcionários do Estado”, disse Stanislas Guerini.

O ministro ainda informou que aplicativos recreativos não têm níveis suficientes de cibersegurança e proteção de dados, acrescentando que a proibição entra em vigor imediatamente, segundo a agência Reuters.

Os países que baniram o TikTok em celulares de funcionários públicos alegam que a medida foi tomada para garantir a segurança cibernética, afirmando que a ByteDance, dona do TikTok, pode entregar dados de usuários ao governo chinês. A empresa, por sua vez, nega.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

relatorio-da-onu-detalha-os-ultimos-abusos-humanitarios-em-ataques-da-russia-a-ucrania

G1 Mundo

Relatório da ONU detalha os últimos abusos humanitários em ataques da Rússia à Ucrânia

"Um ano depois que a Federação Russa lançou um ataque armado em grande escala contra a Ucrânia, as hostilidades continuam a exercer um severo impacto sobre crianças, mulheres e homens em todo o país", disse o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) em um novo relatório. O relatório mostra que pelo menos 5.987 civis foram mortos ou feridos entre 1º de agosto de 2022 […]

today24 de março de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%