G1 Santos

Funcionários da Fundação Casa na Baixada Santista entram em greve e Justiça determina que 80% permaneça em atividade

today3 de maio de 2023 11

Fundo
share close

A região conta com seis unidades, sendo duas em Praia Grande e as demais em São Vicente, Guarujá, Peruíbe e Mongaguá. O Governo do Estado de São Paulo ofereceu reajuste de 6% nos salários, mas os trabalhadores discordaram do valor e mantiveram o plano de greve, que foi aprovado no último sábado (29).

A Fundação Casa informou, por meio de nota, que além do reajuste salarial, a proposta apresentada contava com benefícios aos servidores, como vale-refeição, vale-alimentação e auxílios creche e funeral, aplicáveis a partir da folha de pagamento de maio, a ser creditada em junho.

A paralisação foi aprovada por 84% dos trabalhadores em assembleia e começou oficialmente à meia-noite desta quarta.



O que diz a Fundação Casa

Ainda de acordo com a organização, o governo estadual também vai realizar as avaliações de desempenho previstas no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) relativas aos anos de 2017, 2018 e 2019. O processo, segundo a Fundação Casa, será feito ao longo dos próximos três semestres, “viabilizando a possibilidade de progressão funcional nas carreiras”.

A entidade acrescentou que o governo estadual vai analisar a revalorização dos benefícios do vale-refeição e vale-alimentação, de acordo com estudos em andamento para equalizar os benefícios ao funcionalismo estadual.

A Fundação Casa apontou também que, desde fevereiro, realizou três reuniões com representantes do Sitsesp e servidores eleitos pela categoria para negociar o dissídio de 2023.

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) concedeu liminar para que “80% do efetivo de servidores de cada área de atuação (agentes de apoio socioeducativo, agente operacional, agente educacional, assistente social, psicólogo, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, pedagogo e profissional de Educação Física) permaneçam em seus postos de trabalho”. Em caso de descumprimento, segundo a decisão judicial, o sindicato receberá multa de 200 mil reais por dia.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

obras-de-revitalizacao-da-rua-azevedo-sodre-vao-causar-alteracoes-no-transito-em-santos,-sp

G1 Santos

Obras de revitalização da Rua Azevedo Sodré vão causar alterações no trânsito em Santos, SP

A revitalização da Rua Azevedo Sodré, em Santos, no litoral de São Paulo, com obras previstas para este mês, implicará em alterações no trânsito a partir da próxima terça-feira (9). As obras acontecerão no trecho entre as avenidas Conselheiro Nébias e Washington Luís (Canal 3), no Boqueirão. O prazo para a conclusão dos serviços é de seis meses. Segundo a prefeitura, o trecho que será revitalizado é um dos principais […]

today3 de maio de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%