G1 Mundo

Governo da Colômbia decide suspender venda de carvão para Israel devido à guerra

today9 de junho de 2024 9

Fundo
share close

“Vamos suspender as exportações de carvão para Israel até que o genocídio termine”, escreveu Petro na rede social X (antigo Twitter).

A Colômbia é o principal fornecedor de carvão de Israel, com cerca de US$ 450 milhões vendidos em 2023, confirmou a embaixada israelense em Bogotá à AFP.

Petro, que já chamou o governo do primeiro-ministro Netanyahu de “genocida”, também interrompeu a compra de armas fabricadas no país do Oriente Médio.



A restrição valerá “até que sejam integralmente cumpridas as ordens de medidas provisórias emitidas pela Corte Internacional de Justiça no Processo de aplicação da Convenção para a Prevenção e Punição do Crime de Genocídio na Faixa de Gaza”, indica o decreto do Ministério do Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia.

Segundo o governo colombiano, a medida entrará em vigor cinco dias após sua publicação no Diário Oficial e não afetará mercadorias que já possuam pedido de autorização para embarque.

Noventa por cento das exportações colombianas para Israel correspondem a produtos de mineração e energéticos, incluindo carvão, segundo a Associação Nacional de Comércio Exterior da Colômbia.

Diferente do número indicado pela embaixada israelense, o decreto do governo colombiano afirma que, entre janeiro e agosto de 2023, a Colômbia “exportou US$ 375 milhões para Israel, com uma concentração considerável no carvão”.

Destaca, além disso, que esta substância é um “recurso estratégico para a fabricação de armas, a mobilização de tropas, e a fabricação de aparatos para operações militares”.

Na quinta-feira, a Associação Colombiana de Mineração manifestou a sua preocupação com a possibilidade de suspensão das exportações e recordou o acordo comercial que o país sul-americano mantém em vigor com Israel desde 2020.

“Israel é um destino-chave para as exportações colombianas de carvão térmico”, observou a organização em comunicado, acrescentando que a proibição das exportações “coloca em risco a confiança nos mercados e o investimento estrangeiro”.

O governo de Petro alega que a suspensão das exportações é uma resposta às operações militares de Israel na Faixa de Gaza, que “representam uma transgressão de uma norma imperativa do direito internacional, que, por sua vez, faz parte do bloco de constitucionalidade colombiano”.

Israel atinge escola da ONU em bombardeio em Gaza

Israel atinge escola da ONU em bombardeio em Gaza

Israel resgata quatro reféns com vida em Gaza; uma delas é jovem filmada sendo levada em moto

Israel resgata quatro reféns com vida em Gaza; uma delas é jovem filmada sendo levada em moto




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

banhistas-sao-atacados-por-tubaroes-em-praias-da-florida-e-autoridades-emitem-alerta-de-risco

G1 Mundo

Banhistas são atacados por tubarões em praias da Flórida e autoridades emitem alerta de risco

Uma mulher e duas adolescentes ficaram gravemente feridas após serem atacadas por tubarões na costa do Golfo da Flórida, nos Estados Unidos. Neste fim de semana, agentes estão usando barcos para patrulhar o oceano e alertar os banhistas sobre os riscos. Os ataques levaram as autoridades a fechar temporariamente várias praias na última sexta-feira (7). Elas foram reabertas no sábado, com bandeiras alertando sobre riscos elevados, segundo a agência Associated […]

today9 de junho de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%