G1 Mundo

Governo diz que até o momento não foram identificadas vítimas brasileiras no terremoto em Taiwan

today4 de abril de 2024 6

Fundo
share close

Terremoto que atingiu o país asiático foi considerado forte e chegou a 7,4 na Escala Richter. Até a última atualização desta reportagem, haviam sido registradas 9 mortes e 946 pessoas feridas.


O tremor, considerado forte, de magnitude 7,4 na Escala Richter, havia deixado nove mortos e mais de 946 feridos até a última atualização desta reportagem.



Terremoto deixa ao menos nove mortos em Taiwan

Terremoto deixa ao menos nove mortos em Taiwan

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil ressaltou que mantém canais de atendimento para brasileiros que queiram auxílio na região do terremoto.

“O plantão consular do Escritório Comercial do Brasil em Taipé (+ 886 933 239 061, com ‘whatsapp’) permanece em funcionamento para atender brasileiros em situação de emergência. O plantão consular geral do Itamaraty também pode ser contatado por meio do telefone +55 (61) 98260-0610“, afirmou o ministério.

Na nota em que informou que ainda não há vítimas brasileiras, o governo também se solidarizou com a população de Taiwan.

“Ao manifestar sua solidariedade pelas perdas humanas e materiais registradas, o governo brasileiro estende suas sinceras condolências às famílias das vítimas”, diz a nota.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

por-falta-de-uniformes,-policiais-na-alemanha-protestam-sem-calcas

G1 Mundo

Por falta de uniformes, policiais na Alemanha protestam sem calças

"A pior piada de 1º de abril de todos os tempos: polícia na Baviera 'tira a roupa'" é o título de um vídeo divulgado nas redes sociais pela divisão estadual do Sindicato da Polícia Alemã (DPolG). "Há quanto tempo você tá esperando?", pergunta, no vídeo, um oficial dirigindo-se a uma colega na viatura. "Quatro meses. E você?", rebate ela, ouvindo "seis meses" como resposta. Na sequência, a dupla desce do […]

today4 de abril de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%