G1 Santos

Grávida que denunciou ex-namorado por estupro e violência muda de cidade por medo

today20 de novembro de 2022 21

Fundo
share close

A vítima, que teve a identidade preservada, disse que tomou a decisão de se mudar para outra cidade devido ao medo que sente do ex-companheiro. Ele a perseguiu e a ameaçou constantemente enquanto estava em Praia Grande. “Não tem como eu ficar aí escondida”, disse.

A gestante falou que a mudança implicará em consequências, inclusive, no atendimento pré-natal, já que terá que se consultar com outros médicos e em outros postos de saúde. Por motivos de segurança, ela preferiu não revelar o nome da cidade para se mudou.

A grávida pontua que familiares que ficaram em Praia Grande e moram na casa onde o agressor invadiu, tentou invadir e a atacou diversas vezes também estão com medo. No último domingo (13), ele entrou entrar no local pela quarta vez (confira no vídeo abaixo).



Acusado de estuprar e agredir ex-namorada grávida tenta invadir a casa dela pela 4ª vez

Acusado de estuprar e agredir ex-namorada grávida tenta invadir a casa dela pela 4ª vez

Delegada diz que agressor é ‘insistente’

Ao g1, a delegada titular da DDM de Praia Grande, Lyvia Cristina Bonella, disse que o agressor já foi preso anteriormente por tráfico de drogas e receptação. Ressaltou, ainda, que seria importante que a vítima tivesse aceitado o acolhimento no abrigo ou a ajuda financeira cedida pelo município para que ela mudasse para a cidade de outros familiares.

A delegada conclui que o ex-namorado da vítima é um “agressor insistente”, considerando os três inquéritos anteriores. “Não foi uma agressão isolada. Mesmo com medidas protetivas, ele tendo ciência, sendo deferidas, ele continua a praticar novos crimes, então isso pesa sim para o deferimento da prisão preventiva”, pontuou.

Grávida denuncia ex-namorado por estupro e lesão corporal e diz ‘temer pela vida’ após ser perseguida em Praia Grande, no litoral de SP — Foto: Arquivo pessoal

Lyvia afirma que as providências da Polícia Judiciária não são imediatas (veja no vídeo abaixo). A autoridade policial explica que para a aprovação de uma medida preventiva é preciso que o juiz aprove e que o MP esteja de acordo, além de que, para valer, o agressor precisa tomar ciência dessa medida protetiva em desfavor dele. “Isso não significa que não está sendo feito nada, está sendo feito, mas tem um trâmite.”

O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) sobre o motivo do homem ter sido liberado após o registro do boletim de ocorrência de ameaç,a em 2 de setembro deste ano, e com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) sobre os registros e períodos em que ele ficou preso, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Delegada da DDM de Praia Grande fala sobre caso da grávida que denunciou ex-namorado

Delegada da DDM de Praia Grande fala sobre caso da grávida que denunciou ex-namorado

Segundo a vítima, eles se conheceram em 2020 e moraram juntos por três meses. Após a primeira agressão, em janeiro de 2021, ela afirmou ter saído de casa e terminado o relacionamento. Em julho, a primeira medida protetiva foi instaurada. “Sou obrigada a voltar com ele para não viver apanhando”.

Ainda em outubro do ano passado, mesmo com um inquérito policial em andamento, bem como uma medida protetiva vigente, o homem a ameaçou e a estuprou. Esse caso também foi registrado na DDM de Praia Grande em maio deste ano.

Em setembro, a vítima entrou com um novo pedido de medida protetiva contra ele. O juiz decidiu que a situação exigia caráter de urgência, mas as agressões continuaram.

A Polícia Civil esclarece que está em andamento um inquérito policial para apuração dos fatos. Segundo a autoridade policial, foi solicitado medida protetiva, que foi indeferida pelo Poder Judiciário.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

bares-e-restaurantes-do-litoral-de-sp-criam-menus-‘verde-e-amarelo’-para-o-publico-curtir-a-copa-do-mundo

G1 Santos

Bares e restaurantes do litoral de SP criam menus ‘verde e amarelo’ para o público curtir a Copa do Mundo

No coração do Centro Histórico de Santos, o Café Carioca completa 83 anos no próximo dia 24, data do primeiro jogo do Brasil. Para comemorar em dose dupla, a chef Ju Souza preparou um cardápio especial para o público. Os famosos pastéis ganharam versão mini, em sabores variados. Bolinhos de arroz entram em campo, com gosto de casa de vó. Uma homenagem ao Rio de Janeiro está registrada com os […]

today20 de novembro de 2022 19

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%