G1 Mundo

Grupo Wagner: imagens de satélite indicam atividade em base militar de Belarus

today29 de junho de 2023 49

Fundo
share close

Uma imagem de 27 de junho obtida pela BBC Verify, e relatada pela primeira vez pela Radio Free Europe, mostra o que poderiam ser tendas ou estruturas similares aparecendo na base.

Uma imagem anterior tirada em 19 de junho mostra os campos dentro do complexo militar praticamente vazios.

O grupo Wagner lutava pela Rússia na Ucrânia até o último final de semana, quando iniciou uma rebelião.



Seu líder, Yevgeny Prigozhin, interrompeu uma marcha rumo a Moscou depois que um acordo foi fechado com a ajuda do líder bielorrusso Alexander Lukashenko.

Após o motim fracassado, as autoridades russas disseram que o Wagner seria desarmado, mas seus membros não seriam punidos.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse que os militares podem se juntar ao exército russo, voltar para casa ou ir para Belarus.

A base vista nas imagens de satélite fica a cerca de 21 km da cidade de Asipovichy — cerca de 64 milhas da capital, Minsk. A área foi noticiada na imprensa russa como um lugar que poderia abrigar combatentes do grupo Wagner.

Lukashenko se ofereceu para acomodar os combatentes do grupo Wagner em seu país, onde acredita-se que Prigozhin esteja exilado.

O líder bielorrusso também mencionou uma base militar abandonada, mas não especificou o local. “Há uma cerca, tudo está disponível, ergam suas tendas”, disse ele.

Desde então, houve especulações sobre um local perto de Asipovichy, que costumava abrigar a 465ª Brigada de Mísseis de Belarus antes de se mudarem em 2018.

A imagem tirada no dia 27 de junho é de baixa resolução, então dizer exatamente o que foi construído lá é difícil, mas claramente houve desenvolvimento desde meados de junho.

Você pode ver várias linhas de estruturas retangulares que parecem ser consistentes com as tendas vistas em outras bases militares da região.

Não está claro quem foi o responsável por erguer essas estruturas.

O especialista militar ucraniano Oleg Zhdanov disse à Radio Free Europe que era “irrealista” que as tropas de Wagner começassem a construir um acampamento tão pouco tempo depois da rebelião.

Mas Marina Miron, pesquisadora especializada em militares russos no Departamento de Estudos de Guerra do King’s College de Londres, disse que era possível.

“Ele (Wagner) não é como um exército onde tudo é lento… se eles conseguiram chegar a meio caminho de Moscou em um dia, é plausível pensar que eles já podem estar começando a construir acampamentos em Belarus”, disse ela.

Área demarcada onde teriasm surgido tendas em base militar — Foto: Planet Labs/Via BBC




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

apos-lula-ver-‘ameaca’-da-ue,-itamaraty-diz-que-presidente-defendera-‘ajustes’-no-texto-do-acordo-com-o-mercosul

G1 Mundo

Após Lula ver ‘ameaça’ da UE, Itamaraty diz que presidente defenderá ‘ajustes’ no texto do acordo com o Mercosul

A informação foi dada pelo secretário de Assuntos Econômicos e Financeiros do Itamaraty, Maurício Lyrio, em uma entrevista coletiva sobre a participação de Lula na Cúpula do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai), marcada para a próxima semana. O encontro marcará o início da presidência do bloco pelo Brasil. O acordo entre o Mercosul e a União Europeia é negociado desde 1999. Em 2019, foi finalizada a parte comercial e, […]

today29 de junho de 2023 17

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%