G1 Mundo

Grupos antirracistas criticam ‘blackface’ em desfiles de Reis na Espanha

today6 de janeiro de 2024 6

Fundo
share close

Em Alcoy, dezenas de pessoas interpretaram pajens e pintaram rostos de preto. Primeira negra no Parlamento espanhol, Rita Bosaho falou em desrespeito à memória de pessoas escravizadas. Quem defende a prática diz que não se trata de racismo, e sim de tradição.


Foto de 5 de janeiro de 2024 mostra participantes de desfile de Dia de Reis durante desfile de véspera de Dia de Reis em Alcoy, na Espanha; prática de ‘black face’ foi criticada — Foto: Eva Manez/Reuters



Ativistas espanhóis contra o racismo pediram o fim do uso da pintura “blackface” vista em muitas das tradicionais comemorações do Dia de Reis no país.

Primeira negra a integrar o Parlamento espanhol, Rita Bosaho afirmou que a prática — comum nos desfiles anuais de 5 de janeiro, véspera do Dia de Reis, retratando os três Reis Magos que levaram presentes a Jesus — mancha a memória de pessoas escravizadas e ‘desempodera’ crianças negras.

Nos desfiles, atores que interpretam os reis sobem em carros alegóricos e jogam doces para as crianças. Textos cristãos antigos descrevem um dos Reis, Baltazar, como um africano. Pinturas do Renascimento o retratam como um negro.

Na cidade de Alcoy, que tem uma longa tradição nos desfiles, dezenas de pessoas interpretando o papel de pajens acompanharam os reis no evento desta sexta-feira (5), com rostos pintados de preto e lábios exageradamente vermelhos.

Bosaho, que liderou o departamento de diversidade racial no Ministério da Igualdade de 2020 a 2023, afirma que o uso do “blackface” segue devido à falta de debate sobre o racismo que, segundo ela, está permeado na sociedade espanhola.

“Passa uma mensagem de racismo, de que nossa pele não importa”, afirmou a parlamentar.

Quem defende a prática afirma que ela não tem a intenção de ser racista e é apenas uma continuidade da tradição.

“Não nos consideramos xenófobos ou racistas, nem consideramos racista o fato de algumas pessoas se vestirem e se maquiarem para interpretar um papel e trazer alegria às crianças”, afirmou Eduard Creus, chefe da empresa privada que organiza o desfile na cidade de Igualada.

Localizada no nordeste, Igualada tem o desfile mais antigo da região da Catalunha e a maioria dos seus cerca de 800 participantes usam blackface.

Foto de 5 de janeiro de 2024 mostra participantes de desfile de Dia de Reis durante desfile de véspera de Dia de Reis em Alcoy, na Espanha; prática de ‘black face’ foi criticada — Foto: Eva Manez/Reuters

(Reportagem de David Latona, Eva Manez, Catherine Macdonald e Joan Faus.)




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

nova-york-aguarda-tempestade-de-inverno-que-pode-acabar-com-‘seca’-historica-de-neve

G1 Mundo

Nova York aguarda tempestade de inverno que pode acabar com ‘seca’ histórica de neve

A histórica seca de neve de dois anos na cidade de Nova York pode ser encerrada neste fim de semana com a chegada de um sistema de tempestades de inverno que, neste sábado (6), deve começar a atingir a cidade mais populosa dos Estados Unidos e toda a costa leste. Os 8,5 milhões de residentes da cidade não viram mais de 2,54 cm de neve cair no Central Park desde […]

today6 de janeiro de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%