Prefeitura de Guarujá

Guarujá apresenta pesquisa sobre queda de 35% no diagnóstico de HIV durante a pandemia

today17 de outubro de 2023 7

Fundo
share close

Município participou do 15º Congresso da Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis, ocorrido em Florianópolis

Guarujá participou do 15º Congresso da Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), onde apresentou pesquisa sobre a queda de 35% no diagnóstico de HIV na Cidade, durante a pandemia da covid-19. O objetivo foi compreender os fatores relacionados à busca por testagens no período entre 2019 e 2022. O evento aconteceu entre 4 e 7 de outubro.

O Município foi representado pelas enfermeiras do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTAPT) da Prefeitura e da coordenadora do Programa de Infecções Sexuais Transmissíveis (ISTs), Aids e Hepatites Virais.

Também participaram do encontro, profissionais dos Estados Unidos, Austrália, Reino Unido, Argentina, Paraguai, Uruguai, Centers for Disease Control and Prevention – Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC Brasil), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) etc.

“O que nos motivou a realizar esta pesquisa foi dar concluir que as pessoas pararam de buscar os locais disponíveis para testagem e, por isso, o número de testes diminuiu tanto. E, ao saber que reduziram assim, hoje a gente faz um trabalho para que esse número (de testes) volte a crescer equivalente a antes da pandemia ou maior”, disse Lais. Já Márcia Helena falou da oportunidade de atualizar o conhecimento. “Participamos todos os dias, foi muito bom para adquirir conhecimentos, participar de oficinas e conhecer o trabalho de diversas localidades”, contou ela.



A pesquisa

Na pesquisa, elas concluíram que houve uma queda de 35% na busca pelos testes de HIV entre 2019 e 2020, devido às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) pelo isolamento social. Foram 1.257 testes realizados em 2019, contra 819 em 2020. A partir da vacinação e o fim do período de isolamento, houve o retorno da procura pela testagem. Em 2021 foram 1.010 testes e no ano passado, 1.033 testes.

Outro dado importante que consta no documento é a redução dos diagnósticos reagentes (ou seja, quando o corpo possui anticorpos contra o HIV), sendo 21 em 2019 e 12 em 2020, ou seja, 43% a menos.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica do Município, Guarujá registrou 68 casos de HIV positivo em 2019, caindo para 36 em 2020. Em 2021 voltou a atingir 68 e, em 2022, após a flexibilização das medidas restritivas, 76. Neste ano, são 48 casos de HIV registrados.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Geilton Junior

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

base-da-guarda-municipal-tem-queda-de-energia-e-e-alvejada-com-10-tiros-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Base da Guarda Municipal tem queda de energia e é alvejada com 10 tiros no litoral de SP

Cinco agentes de segurança estavam no local no momento do crime. Caso aconteceu na segunda-feira (16), em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ninguém ficou ferido. Base da Guarda Municipal tem queda de energia e é alvejada com 10 tiros no litoral de SP — Foto: Reproduçãi/Plantão Guarujá Uma base da Guarda Civil Municipal de Guarujá (GCM), no litoral de São Paulo, foi alvejada com 10 tiros durante a madrugada […]

today17 de outubro de 2023

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%