Prefeitura de Guarujá

Guarujá disponibiliza medicamento contra covid-19 pelo SUS

today27 de dezembro de 2022 12

Fundo
share close

O remédio é somente para imunossuprimidos adultos ou idosos a partir de 65 anos; o uso é prescrito por médico, após o teste positivo

A Prefeitura de Guarujá disponibiliza o medicamento Nirmatrelvir+Ritonavir (NMV/r), o Paxlovid, contra a covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O medicamento é prescrito por um médico em formulário específico, após o teste positivo da doença. O público-alvo é formado por imunossuprimidos adultos ou idosos a partir dos 65 anos. Somente pacientes com sintomas no período máximo de cinco dias podem ingerir o medicamento. A retirada é feita na Secretaria de Saúde (Sesau), de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

As pessoas com quadro respiratório agudo, com pelo menos dois sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos, podem procurar atendimento nos Pronto-Socorros (PSs), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades de Saúde da Família (Usafas) da rede municipal.

De acordo com a avaliação médica, o paciente poderá ser encaminhado para fazer o teste de covid-19. Se o resultado do teste for positivo, o médico preencherá o formulário específico do Ministério da Saúde e fará o direcionamento para a retirada do Paxlovid na Sesau.

Um familiar pode ir à Secretaria de Saúde, que fica no Paço Municipal Raphael Vitiello (Avenida Santos Dumont, 640 – 1º Andar, Sala 21 – Santo Antônio) buscar o medicamento. É necessário levar o Cartão SUS do paciente e o formulário preenchido pelo médico que atendeu a pessoa infectada pelo coronavírus. O tratamento só pode ser oferecido até o quinto dia dos sintomas.



O Município recebeu uma quantidade pequena de Paxlovid do Ministério da Saúde e o medicamento é direcionado a grupos específicos. A classificação feita pelo Governo Federal e segue um critério de prioridade, cumprido pela Secretaria de Saúde de acordo com a disponibilidade do remédio.

Grupos específicos:

– Grupo 1: pessoas com 18 anos ou mais, com imunossupressão de alto grau e pacientes com 75 anos ou mais, independentemente de comorbidades;

– Grupo 2: pessoas com 65 anos ou mais, com até duas comorbidades;

– Grupo 3: pessoas com 65 anos, com apenas uma comorbidade;

– Grupo 4: pessoas com 65 anos, sem comorbidades;

– Grupo 5: imunossuprimidos de baixo grau, com 18 anos ou mais.

Alerta!

O medicamento não pode ser ingerido após o quinto dia dos primeiros sintomas e nem por pessoas com peso inferior a 40 quilos, pacientes com insuficiência renal grave ou dialítica, pacientes com insuficiência hepática grave conhecida ou suspeita de cirrose ou com qualquer tipo de hipersensibilidades aos componentes da fórmula medicamentosa.

O Paxlovid requer precauções aos menores de 18 anos, gestantes e lactantes, pacientes com insuficiência renal moderada e pacientes intolerantes à lactose. O remédio deve ser utilizado com cautela por pacientes diabéticos porque contém açúcar.

História

O Paxlovid passou pelo crivo da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) no SUS e foi incorporado ao tratamento de covid-19, até o quinto dia da doença, pela Portaria SCTIE 44, do Ministério da Saúde, em 5 de maio deste ano.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Tiphany

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

praia-grande-cria-novas-regras-para-regularizacao-de-ambulantes

G1 Santos

Praia Grande cria novas regras para regularização de ambulantes

As principais alterações são em caso de morte do comerciante e a regulamentação de quem já ocupa espaço na faixa de areia da cidade. Praia Grande, no litoral de SP, cria novas regras para ambulantes se regularizarem. — Foto: Fred Casagrande/ Prefeitura de Praia Grande A lei complementar 937/2022, que foi sancionada no último dia 20 de dezembro, define novas regras para os ambulantes definitivos em Praia Grande, no litoral […]

today27 de dezembro de 2022 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%