G1 Santos

Homem armado com submetralhadora é morto em confronto com a PM; ação policial soma 24 mortes no litoral de SP

today30 de agosto de 2023 2

Fundo
share close

Um homem, de 31 anos, foi morto em confronto com a PM durante um patrulhamento policial pela Operação Escudo, no Sítio Cachoeira, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Com isso, chegou a 24 o número de mortos na ação policial, que foi deflagrada em 28 de julho após o assassinato do PM da Rota, Patrick Bastos Reis, que levou um tiro em serviço pela Vila Julia, na mesma cidade.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), os policiais visualizaram o suspeito com uma arma longa pendurada no ombro e, durante a abordagem, este teria atirado na direção dos agentes, que revidaram e o acertaram na terça-feira (29).

Após baleado, os policiais apreenderam uma submetralhadora, um carregador de munição e um rádio comunicador. O suspeito foi socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento da Rodoviária, onde foi constatada a morte. A Polícia Civil solicitou o trabalho da perícia no local dos fatos e nas armas dos PMs e do suspeito.



O caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial, homicídio tentado e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito na Delegacia de Polícia de Guarujá.

Por determinação da SSP-SP, todos os casos de morte decorrentes de intervenção policial serão investigados pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Santos e pela Polícia Militar por meio de Inquérito Policial Militar.

Todo conjunto probatório apurado no curso das investigações, incluindo as imagens das câmeras corporais, está sendo compartilhado com o Ministério Público e o Poder Judiciário

Homem, de 37 anos, foi morto pela PM durante a Operação Escudo no Perequê (à direita), em Guarujá, SP — Foto: Carlos Abelha/TV Tribuna e Reprodução

A SSP-SP informou que, entre 28 de julho e 29 de agosto, foram presas 709 pessoas, sendo 272 foragidas da Justiça. No período, os policiais apreenderam 90 armas e 928,2 kg de entorpecentes, causando um prejuízo ao tráfico de drogas que já passa dos R$ 2 milhões.

A Operação Escudo, deflagrada pela SSP-SP há 33 dias, não tem prazo para terminar. A informação sobre a continuação da ação policial, foi confirmada pelo chefe de assessoria militar da pasta, Pedro Luis de Souza Lopes, durante o fórum A Região em Pauta, cujo tema foi Segurança Pública. O evento ocorreu na segunda-feira (28), no auditório do Grupo Tribuna, em Santos, no litoral de São Paulo.

Viaturas da Rota e da Polícia Civil durante Operação Escudo em Guarujá, SP — Foto: Carlos Abelha

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasileira-entra-na-rota-de-furacao-pelo-segundo-ano-seguido-durante-visita-a-mae-na-florida;-videos

G1 Santos

Brasileira entra na rota de furacão pelo segundo ano seguido durante visita à mãe na Flórida; VÍDEOS

“A gente foi ao mercado e não tinha mais água, estava todo mundo desesperado comprando água e coisas essenciais que não podem faltar”, relatou a fotógrafa e empresária em entrevista ao g1. Jessica gravou um vídeo explicando a situação nesta terça-feira (29) e fez imagens dos ventos que atingem Jacksonville na manhã desta quarta-feira (30). (Assista acima) Jessica Matmoto aguarda passagem do furacão Idalia na cidade de Jacksonville, na Flórida, […]

today30 de agosto de 2023 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%