G1 Santos

Homem é condenado a 41 anos de prisão por estuprar mais de 100 vezes as cunhadas crianças

today1 de março de 2024 8

Fundo
share close

A Justiça condenou, em primeira instância, um homem de 36 anos por estupro de vulnerável contra duas cunhadas dele. Segundo apurado pelo g1, as moradoras de Santos, no litoral de São Paulo, eram crianças quando teve início a série de crimes. Somadas, as penas em regime fechado chegam a 41 anos e três meses. A defesa alegou a inocência dele e recorreu.

A identidade do sentenciado não será revelada a fim de preservar as vítimas, que hoje têm 14 e 19 anos. De acordo com o juiz Bruno Nascimento Troccoli, da 1ª Vara Criminal de Santos, ao menos 100 episódios de abuso teriam ocorrido contra a menina mais nova e ao menos quatro contra a mais velha, entre 2014 e dezembro de 2020.

Após seis anos, as meninas foram indagadas e contaram à mãe sobre a violência. Isso ocorreu após a mais velha postar nas redes sociais que havia sido molestada aos 10 anos de idade.



A mãe das vítimas registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher de Santos e, em seguida, o Ministério Público de São Paulo (MPSP) ofereceu a denúncia. A sentença saiu na quarta-feira (21).

Práticas sexuais forçadas

A reportagem apurou que o homem é casado com uma irmã das vítimas e teria praticado a maioria dos crimes na própria casa. No período de seis anos, por diversas vezes, ele inseriu o dedo na parte íntima da menina mais nova e chegou a tirar o órgão genital para fora, sentando-a no colo dele. O homem ainda praticou outros atos compatíveis com o estupro de vulnerável.

“Verificou-se que, quase todas as vezes, [nome da vítima] sentia dor, tirava a mão de [nome do condenado], mas ele insistia, impunha medo e ela não tinha coragem de contar os fatos para ninguém, porque ainda era criança e estava com receio de ser encaminhada para o abrigo”, pontuou o Ministério Público.

Ainda segundo o MP-SP, o condenado obrigou a menina mais velha a beijá-lo no corredor da casa dele por mais de uma vez. Antes de ela completar 10 anos, perto do casamento dele com a irmã da vítima no civil, ele aproveitou-se de um momento em que estavam sozinhos e colocou a mão na parte íntima dela.

Autoridade sobre as vítimas

O advogado de defesa confirmou ao g1 que o sentenciado está preso preventivamente no Centro de Detenção Provisória Pinheiros 1, na capital paulista, desde 5 de outubro de 2022. A notícia sobre a condenação, para ele, foi considerada “injusta” e “desproporcional”.

O Ministério Público, no entanto, entendeu que ele tinha autoridade sobre as cunhadas devido à condição do parentesco e diferença de idade. O juiz avaliou que a materialidade do crime foi comprovada pelo boletim de ocorrência e demais provas orais colhidas.

A reportagem tentou conversar com a mãe das vítimas, que disse não querer mais falar sobre o assunto.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

veja-conversas-de-ex-apresentador-conhecido-como-‘vovozinho’-do-trafico-preparando-entregas-para-disk-drogas

G1 Santos

Veja conversas de ex-apresentador conhecido como ‘vovozinho’ do tráfico preparando entregas para disk drogas

Conforme descrito no relatório da Polícia Civil, obtido pela equipe de reportagem, a troca de mensagens aconteceu entre Carrião e 'Paloma Play', uma das mulheres presas pelo disk drogas. No celular apreendido, o contato do jornalista foi salvo como 'Vozinho'. Nas imagens, é possível ver que Carrião combinou a hora e o local em que faria a entrega de drogas para a cliente. O jornalista recebeu uma transferência via PIX […]

today1 de março de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%