G1 Santos

Homem é flagrado estuprando moradora em situação de rua no litoral de SP; VÍDEO

today4 de maio de 2024 7

Fundo
share close

Um homem foi filmado abusando sexualmente de uma mulher em situação de rua, que estava deitada em uma calçada no Centro de Santos, no litoral de São Paulo. Nas imagens, obtidas pelo g1 neste sábado (4), é possível ver a vítima tentando afastar o suspeito com as pernas, enquanto ele a tocava nas partes íntimas (assista acima).

O caso aconteceu na Rua Braz Cubas. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) afirmou que o 1º Distrito Policial de Santos analisa as imagens para identificar o homem.

No vídeo, que circula nas redes sociais, a mulher aparece deitada sobre um pedaço de papelão, com o homem sentado atrás dela. Em determinado momento, ele toca as partes íntimas da vítima, que o ‘empurra’ com as pernas.



Na sequência, o homem é visto fazendo uma ‘cabana’ com papelões ao lado de uma parede. No local, eles têm relação sexual.

Homem é filmado abusando de moradora em situação de rua em Santos, SP — Foto: Reprodução

Em notas, as polícias Civil e Militar afirmaram que a ocorrência não foi registrada. A PM ressaltou ter repassado as informações do caso para as viaturas que patrulham a região. O suspeito, no entanto, ainda não foi localizado.

O g1 também entrou em contato com a Prefeitura de Santos, por mais informações sobre o caso, mas não recebeu um retorno até a última atualização desta reportagem.

Ao g1, o advogado criminal Mario Badures explicou sobre três crimes que podem ter ocorrido no caso: importunação sexual, ato obsceno e estupro de vulnerável.

Segundo ele, o crime de importunação sexual pode ter ocorrido no momento em que, aparentemente, o homem passou a mão nas partes íntimas da mulher sem o consentimento dela. O ato pode resultar em até cinco anos de prisão.

Badures também citou a possibilidade do crime de ato obsceno, caso a relação sexual seja consensual, no momento em que os dois vão para trás da ‘cabana’ montada pelo homem. A pena, neste caso, é prisão de três meses a um ano, ou multa.

Por fim, o advogado afirmou que, caso a mulher não estivesse acordada – por eventual embriaguez ou uso de drogas – e tenha sido violentada, é configurado o crime de estupro de vulnerável. A pena é de oito a 15 anos de prisão.

“A julgar pelas imagens após o ato sexual, a mulher demonstra certo incômodo, percebendo-se o desconforto até mesmo para andar”, disse o advogado. “É uma conduta repugnante, assaz hedionda não só por violentar uma mulher, a priori, indefesa, tratando-a como um mero objeto”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mulher-trans-esfaqueia-companheiro-na-cabeca-e-pescoco-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Mulher trans esfaqueia companheiro na cabeça e pescoço no litoral de SP

Equipe da PM encontrou o homem ensanguentado e prestes a desmaiar em uma rua de Santos, no litoral de São Paulo. Vítima foi socorrida à Santa Casa da cidade. Homem em situação de rua é esfaqueado na cabeça e pescoço por companheira trans — Foto: Reprodção/Guilherme Oliveira e Imagem ilustrativa/Pixabay Um homem em situação de rua, de 38 anos, foi para o hospital após ser esfaqueado na cabeça e no […]

today4 de maio de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%