G1 Santos

Homem é preso em flagrante por armazenar conteúdos de abuso sexual infantil no litoral de SP

today17 de abril de 2024 6

Fundo
share close

Segundo a Polícia Federal, o suspeito de Santos (SP) pode pegar até 10 anos de prisão.


PF prende suspeito de armazenar conteúdos de abuso sexual infantil em Santos, SP — Foto: Divulgação/Polícia Federal e Imagem Ilustrativa/Unsplash



Um homem foi preso em flagrante por armazenar vídeos e fotos contendo abuso sexual infantil, nesta quarta-feira (17), em Santos, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Federal, ele poderá ser condenado a até 10 anos de prisão, pena máxima para os crimes de compartilhamento e armazenamento de conteúdos do tipo.

O mandado de busca e apreensão foi expedido pela 5ª Vara Criminal Federal de Santos, sendo cumprido pela PF em seguida. O local onde ele foi detido, porém, ainda não foi divulgado oficialmente.

Em nota, a corporação afirmou ter investigado o suspeito e descoberto que ele adquiriu uma “grande quantidade de arquivos contendo imagens e vídeos de abuso sexual infantil”, deixando o material armazenado em dispositivos eletrônicos.

A PF acrescentou ter apreendido celulares em que foram encontradas novas imagens e vídeos de abuso sexual infantil. Diante disso, o homem foi preso em flagrante, sendo conduzido para a Delegacia de Polícia Federal em Santos.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

vereador,-advogado-de-andre-do-rap-e-servidora-passam-por-audiencia-de-custodia-apos-prisao-em-acao-contra-fraudes-de-licitacoes

G1 Santos

Vereador, advogado de André do Rap e servidora passam por audiência de custódia após prisão em ação contra fraudes de licitações

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) explicou ao g1 que, por se tratar de cumprimento de mandado, as audiências de custódia foram realizadas apenas para verificar se houve alguma ilegalidade no momento da detenção. O juiz verificou que as prisões foram regulares e, por este motivo, os três seguem presos. Ao g1, o advogado Marcelo Cruz, que representa o investigado, informou que o cliente foi para […]

today17 de abril de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%