G1 Santos

Homem identificado durante linchamento em SP diz à polícia não ter dado ‘paulada’ na cabeça da vítima

today8 de maio de 2023 9

Fundo
share close

Osil foi agredido em Guarujá, no litoral de São Paulo, por pessoas com um capacete e pedaços de madeira. O ex-cunhado, de 35 anos, foi identificado pela Polícia Civil nas imagens que mostram a vítima sendo espancada. O irmão dele, inclusive, está preso.

Em depoimento à polícia, o homem informou não ter contato com o irmão, com a ex, e disse que não falava com Osil. De acordo com a Polícia Civil, ele já esteve preso por um ano e oito meses por tráfico de drogas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), o caso inicialmente foi registrado como “lesão corporal” no 2º Distrito Policial (DP) de Guarujá, porém, acabou modificado para “homicídio” após a morte de Osil.



Irmão da vítima fala em ‘surra’ a mando da mulher

O irmão de Osil , que morreu linchado e foi vítima de uma acusação falsa sobre ter roubado uma moto em Guarujá, procurou a Polícia Civil. Segundo apurado pelo g1 nesta segunda-feira (8), ele afirmou que, um dia antes de ser espancado, Osil havia ‘tomado uma surra’ a mando da mulher.

O irmão da vítima afirmou que teve acesso ao celular de Osil e que há uma mensagem de voz dele falando que ele teve uma briga com a esposa, que é psicóloga.

No aplicativo de mensagens, segundo o irmão, também existiria um áudio em que Osil diz que ‘tinha tomado uma surra’ a mando da mulher, o que teria motivado a última briga do casal.

Veja quem era o homem linchado por conta de fake news no litoral de SP

Veja quem era o homem linchado por conta de fake news no litoral de SP

O homem foi descrito à PM pelo dono da moto como uma pessoa “trabalhadora” e que “não se envolve em confusão”, conforme registrado em Boletim de Ocorrência (BO) obtido pelo g1.

Nas redes sociais, Osil fazia questão de divulgar o amor pelo trabalho e pela família. O homem publicou diversas fotos e vídeos em que aparecia, orgulhoso, com o filho em momentos de lazer.

Ele também compartilhava fotos em que aparecia em meio aos objetos destinados à reciclagem. “Na sucata sempre. Eu amo sucata”, escreveu Osil, em resposta a um comentário nas redes sociais.

Osil era dono de empresa de reciclagem em Guarujá (SP) — Foto: Reprodução/Redes Sociais

A agressão ocorreu, na última quarta-feira (3), entre a Rua Tambaú e a Avenida Oswaldo Cruz, em Vicente de Carvalho. Um motorista de um carro fez um vídeo e flagrou o momento em que Osil foi agredido. As imagens mostram o homem de camiseta vermelha sentado no meio da rua e rodeado por três moradores. Um deles, de camiseta branca e boné, bate com um capacete na cabeça da vítima.

Na sequência, outro agressor dá um tapa na nuca dele. O mesmo homem puxa Osil pela camiseta e a joga próximo à guia. Assim que o homem cai sentado, ele é agredido mais uma vez na cabeça com um pedaço de madeira e cai desacordado no asfalto.

Enquanto registrava a violência, o autor do vídeo afirma: “Não está bom para ladrão de moto, não. Ladrão de moto está se lascando”. A reportagem não conseguiu localizar o autor do vídeo, que está circulando nas redes sociais (veja abaixo).

Homem é agredido por moradores e fica desacordado em Guarujá, no litoral de SP

Homem é agredido por moradores e fica desacordado em Guarujá, no litoral de SP

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem agredido foi levado para o Hospital Santo Amaro com ferimentos graves na cabeça. Ainda não há informações sobre os agressores.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a Polícia Civil investiga o caso de agressão ocorrido no bairro Pae-Cará, em Guarujá. Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência e, no local, encontraram um homem no chão, com ferimentos na cabeça. Foram requisitados exames periciais.

Homem é espancado e fica desacordado após tentativa de roubo em Guarujá — Foto: g1 Santos

Espancamentos por fake news

Além da data, os dois casos tiveram mais em comum. Ambos foram vítimas de desinformação. No caso de Fabiane, foi comprovado que ela era inocente e que nunca havia cometido um crime. Já na história desta semana, o dono do veículo que teria sido roubado disse que havia emprestado a moto e que o agredido era “trabalhador”.

A história de Fabiane, inclusive, inspirou a novela ‘Travessia’, no ar no horário nobre da Rede Globo. Na época, o caso tomou grande repercussão nacional e acabou chamando a atenção da autora Glória Perez.

Novela Travessia foi inspirada no espancamento da moradora Fabiane, de Guarujá — Foto: Reprodução

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

festa-em-homenagem-a-padroeira dos-ciganos-reune-2-mil-pessoas

Prefeitura de Guarujá

Festa em homenagem à Padroeira dos Ciganos reúne 2 mil pessoas

A festa ocorreu na Escola Dirce Valério Gracia e marcou o início das comemorações do Dia Nacional do Cigano, celebrado em 24 de maio Cerca de 2 mil pessoas participaram da 21ª Grande Festa Cigana, em Guarujá, no último sábado (6). Tradição na Cidade, a festividade em homenagem à padroeira dos ciganos, Santa Sara Kali, contou com show de dança cigana, dança do ventre, cartomancia, exposição de artigos da cultura […]

today8 de maio de 2023 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%