G1 Santos

Idosa sequestrada e desfalcada em R$ 79 mil será indenizada por bancos e correntista de ‘conta fraudulenta’, decide Justiça

today2 de março de 2024 2

Fundo
share close

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) condenou, em primeira instância, o Banco do Brasil, a dona de uma ‘conta fraudulenta’ no Banco Santander, que também foi sentenciado a indenizar em R$ 70 mil uma idosa, de 85 anos, vítima de um sequestro relâmpago em Santos, no litoral de São Paulo. Procuradas, as instituições financeiras disseram que não comentarão o caso. Ainda cabe recurso da decisão.

O crime ocorreu em 17 de fevereiro de 2023, quando a aposentada foi abordada por dois homens na Rua Bartholomeu de Gusmão, no bairro Aparecida.

Ela foi obrigada entrar em um carro e, sob ameaças, foi levada a uma agência do Banco do Brasil, onde sacou R$ 5 mil. Ela ainda fez uma Transferência Eletrônica Disponível (TED) de R$ 60 mil em favor de uma correntista do Santander.



De acordo com a sentença, publicada em 16 de fevereiro deste ano, a mulher ficou com os criminosos por duas horas e meia até a TED ser confirmada. Depois, foi deixada na rua de casa e obrigada a entregar o cartão aos bandidos.

Os criminosos fizeram compras que, juntas, somaram R$ 14,5 mil. À Justiça, os dois bancos se defenderam, mas até a publicação da decisão a correntista da conta fraudulenta, onde foi depositado o dinheiro, não havia apresentado contestação.

Falha na prestação de serviço

Em nota enviada à reportagem, o advogado Fabricio Posocco informou que a cliente tentou cancelar as transações junto às instituições, mas não teve sucesso.

Os bancos tentaram se afastar da responsabilidade, mas o juiz Andre Diegues da Silva Ferreira, da 8ª Vara Cível de Santos, entendeu que houve falha na prestação de serviços. Segundo ele, é papel das instituições garantir segurança aos clientes, evitando transações indevidas com valores tão altos.

“Não se pode ignorar que foram realizadas no mesmo dia transações bancárias no montante considerável de R$ 79.567,83, sendo que a instituição financeira não se atentou à mudança repentina no perfil da movimentação da conta bancária da sua cliente, uma idosa com mais de 80 (oitenta) anos”, pontuou.

O juiz determinou que os três envolvidos, solidariamente, indenizem a vítima em R$ 65 mil por danos materiais e R$ 5 mil por danos morais. Eles deverão arcar com as custas e despesas processuais e pagar os honorários advocatícios que a idosa custeou.

O Banco do Brasil ainda deverá reconhecer a inexistência de compras feitas com o cartão de crédito da vítima no valor de R$ 14,5 mil.

Ao g1, o Banco do Brasil disse que não comenta sobre processos judiciais. Já o Santander informou que não comenta casos ainda em andamento na Justiça.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

santos-registra-aumento-de-195%-nas-queixas-sobre-criadouros-de-larvas-de-aedes-aegypti;-saiba-como-denunciar

G1 Santos

Santos registra aumento de 195% nas queixas sobre criadouros de larvas de Aedes aegypti; saiba como denunciar

Percentual é resultado de um comparativo de denúncias feitas à Ouvidoria da cidade nos dois primeiros meses de 2023 e no mesmo período de 2024. O número de denúncias sobre possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana, cresceu 195% em relação a 2023 na cidade de Santos, litoral de São Paulo. Neste ano, 533 denúncias foram realizadas nos dois primeiros meses de […]

today2 de março de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%