G1 Mundo

Igreja Católica descarta aparições e supostos milagres de Virgem que ‘chorava sangue’ na Itália

today7 de março de 2024 6

Fundo
share close

Há vários anos, Gisella Cardia, uma siciliana de 54 anos, afirma que se comunica diretamente com a Virgem. O caso, que repercutiu na imprensa internacional, atraiu centenas de peregrinos à cidade de Trevignano Romano, ao norte de Roma.

Gisella, que já foi condenada em 2013 por falência fraudulenta, também afirma ter testemunhado uma multiplicação de pizzas e nhoques, como no “milagre da multiplicação dos pães” descrito no Evangelho. Veja detalhes mais abaixo.

Diante da magnitude do caso, a diocese de Civita Castellana, ao noroeste de Roma, iniciou uma investigação. Além disso, vizinhos da “Virgem”, cansados do movimento de devotos na região, denunciaram uma “fraude gigantesca”.



Após a investigação, que durou quase um ano, a diocese “decretou o caráter não sobrenatural dos fatos” ocorridos em Trevignano Romano.

A Igreja afirmou ter feito uma avaliação “cuidadosa” do caso, além de ouvir testemunhas e de consultar uma comissão, incluindo um psicólogo e um especialista na Virgem Maria.

O próprio papa Francisco alertou contra certas “aparições”, em uma alusão velada à Virgem de Trevignano, durante uma entrevista à televisão em junho de 2023.

No dia 3 de cada mês, centenas de fiéis comparecem para rezar diante da estátua da Virgem de Trevignano e afirmam que ela chora lágrimas de sangue.

A imagem, protegida por vidro, fica em um grande terreno com vista para o Lago Bracciano, junto com uma grande cruz azul, um altar e bancos de madeira.

Tudo começou em 2016, quando Gisella voltou de uma peregrinação na Bósnia e Herzegovina com uma estatueta nas malas.

Ao retornar a Trevignano Romano, ela disse ter visto a imagem chorar e multiplicar pizzas e nhoques, em uma versão local do “milagre da multiplicação dos pães”.

Chamada de “a vidente” pelos peregrinos, a mulher também afirma ter a pele marcada por estigmas e disse ter feito profecias sobre a pandemia de Covid-19 e a guerra na Ucrânia.

Após a repercussão do caso, Gisella fundou uma associação oficialmente dedicada a ajudar pessoas doentes. No entanto, alguns doadores disseram que foram prejudicados.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

lider-da-oposicao-venezuelana-diz-que-lula-‘valida’-abusos-de-maduro-e-critica-declaracao-sobre-‘choro’

G1 Mundo

Líder da oposição venezuelana diz que Lula ‘valida’ abusos de Maduro e critica declaração sobre ‘choro’

"Eu chorando, presidente Lula? Você está dizendo isso porque sou mulher? Você não me conhece. Luto para fazer valer o direito de milhões de venezuelanos que votaram em mim nas primárias e dos milhões que têm o direito de fazê-lo numa eleição presidencial livre em que derrotarei Maduro", escreveu Corina em uma rede social. "Você está validando os abusos de um autocrata que viola a Constituição e o Acordo de […]

today7 de março de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%