G1 Santos

Imagens subaquáticas de caravela-portuguesa mostram detalhes de tentáculos gigantes e surpreendem; VÍDEO

today1 de fevereiro de 2024 8

Fundo
share close

Imagens subaquáticas de uma caravela-portuguesa (Physalia physalis) feitas em Bertioga, no litoral de São Paulo, mostram detalhes dos tentáculos gigantes da espécie, que, no vídeo, aparece rodeada por peixes. O g1 teve acesso, nesta quinta-feira (1), a fotos e vídeos do fotógrafo Rafael Mesquita, que afirmou ter tomado todos os cuidados para fazer os registros.

Rafael fez o vídeo na última segunda-feira (29), por volta das 11h, em frente à Praia de Itaguaré. Segundo o biólogo marinho William Rodriguez Schepis, os peixes que aparecem nas imagens são dourados-do-mar (Coryphaena hippurus) juvenis.

“Ele tem o costume de ficar rodeando detritos que estejam flutuando. Isso é um hábito do dourado, ficar na superfície. E, quando são filhotes, eles vivem mais em cardumes e têm o hábito de ficar circundando objetos flutuantes até como uma forma de proteção”, disse ao g1.



Já na fase adulta, o macho e a fêmea têm aparências diferentes. Enquanto o macho tem a cabeça mais alta, a da fêmea é mais chata e arredondada para trás. “Ele nada nessa parte superficial da coluna d’água. É um peixe de velocidade, um predador que consome outros peixes menores, lulas…”.

Fotógrafo registrou tentáculos da caravela-portuguesa dentro d’água em Bertioga (SP). — Foto: Rafael Mesquita

Tentáculos de até 30 metros

As caravelas são predadoras e usam seus tentáculos com veneno paralisante para capturar as presas. O biólogo Andreth Oliveira informou ao g1, anteriormente, que os acidentes podem ter consequências ainda piores caso a vítima seja sensível ao veneno.

Rafael sai frequentemente para o mar em busca de encontros com animais. Ele toma uma série de cuidados na hora de se aproximar de espécies perigosas. Com as caravelas, de acordo com o fotógrafo, esse cuidado é redobrado, já que os tentáculos podem ter até 30 metros de comprimento.

“O cuidado tomado é sempre observar o mar antes de entrar. Se tiver caravelas na areia já é um sinal de que pode ter mais caravela no mar”, afirmou.

Caravelas-portuguesas podem ter diferentes cores, mas não devem ser manuseadas por banhistas — Foto: Arquivo Pessoal/Beatriz Torres

Apesar das cores belas e chamativas, os animais marinhos são capazes de causar graves queimaduras. A orientação é não tocar nelas. Segundo o biólogo Nauther Andres, na natureza as cores atraentes também funcionam como um “sinal de alerta” de perigo.

Segundo o biólogo, que também é mergulhador e educador ambiental, além de técnico de campo no Laboratório de Ecologia e Conservação Marinha da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), as cores das caravelas-portuguesas podem variar do transparente ao roxo azulado.

“Essa espécie possui toxinas independentemente da coloração”, disse ele. “Não atacam o humano, são animais livre natantes [que nadam livremente] com tentáculos superfinos que, na verdade, são uma colônia de vários indivíduos”, afirmou.

VÍDEO: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cadela-fiel-e-adotada-apos-esperar-por-tres-semanas-em-frente-ao-hospital-pelo-tutor-que-morreu;-video

G1 Santos

Cadela fiel é adotada após esperar por três semanas em frente ao hospital pelo tutor que morreu; VÍDEO

Os aposentados Marlene de Carvalho, de 64 anos, e José de Carvalho, de 73, são os novos tutores da 'UPA', como foi batizada pelos profissionais de saúde daquele local -- uma referência à Unidade de Pronto Atendimento. Há quase um ano, o casal perdeu o companheiro de quatro patas. O pet morreu aos 20 anos e, desde então, estavam à procura de um novo integrante para a família. De acordo […]

today1 de fevereiro de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%